Arquivo da categoria: Tocantins

Clube Atlético Tocantinense – Palmas (TO) Escudo diferente

O Clube Atlético Tocantinense (atual: Tocantins Futebol Clube) é uma agremiação da Cidade de Palmas, capital do estado de Tocantins. Na Fundação da equipe Alvinegra há um dilema. O dia 10 de Outubro não há questionamento, mas o ano, sim. Em boa parte das publicações que mencionam a data, marcam que foi em 1999. Contudo neste escudo enviado pelo internauta Ismael Carlos mostra que o ano é de 1998. 

Em 2002, participou pela primeira vez do Campeonato Tocantinense, terminando na última colocação entre os dez participantes. Em 2006, alterou o nome para Tocantins Futebol Clube, bem como as cores, que passaram a ser azul e branco.

FONTES: Ismael Carlos – Wikipédia

Wanderlândia Esporte Clube – Wanderlândia (TO): Década de 90

O Wanderlândia Esporte Clube é uma agremiação do Município de Wanderlândia (TO). A sua Sede fica localizada na Rua dos Cardosos, s/n – Centro – Wanderlândia. O município, que existe desde o dia 1º de Fevereiro de 1983, fica a 426 km da capital Palmas. Wanderlândia conta com uma população de 10.981 habitantes, segundo o IBGE (Gentílico: wanderlandense).

O ano de 1993 foi marcante na história do futebol tocantinense. Afinal, neste ano, a Federação Tocantinense de Futebol (FTF), foi criada cinco anos após Tocantins ter recebido o ‘Status’ de ter se tornado o 27º Estado brasileiro, a partir.do desmembramento do Estado de Goiás.

O surgimento da FTF também significava que, a partir daquele momento o futebol no novo Estado deixava de ser  amador para se tornar profissional. No mês de março, a FTF realizou um congresso, para o qual convidou todas as pessoas do estado direta ou indiretamente ligadas ao futebol.

No evento deu-se a ênfase à alvissareira notícia de profissionalização e iniciou-se o processo de definição de eventos, a serem promovidos pela federação. Na oportunidade foram traçadas os planos para a realização do I Campeonato Estadual Profissional, Copa Tocantins e Campeonatos Estaduais Amador.

No Estadual profissional o 1º campeão foi Tocantinópolis, enquanto na 1ª Copa Tocantins quem levantou a taça foi o Kaburé. Já o 1º Campeão do Campeonato Estadual Amador foi Wanderlândia Esporte Clube.

FONTE & FOTO: Site Campeões de Futebol – Ismael Carlos 

Kaburé Esporte Clube – Colinas do Tocantins (TO): Década de 90

O Kaburé Esporte Clube é uma agremiação da cidade de Colinas do Tocantins (TO). A sua Sede fica na Avenida Dr. Corinto Florêncio, 1.334, no Centro da cidade. Fundado no dia 5 de Janeiro de 1985. O 1º Presidente foi Ewaldo Borges de Resende. Estiveram presentes na reunião de fundação do clube:

Ewaldo Borges de Resende, José Eustáquio Pires, Eduardo de Assis Albuquerque, Juscelino Ferreira da Silva, Paulo Cesar Capel, João Branco de Moraes Sobrinho, Pedro Alves Chaves, José Carlos Ximenes Leão, José Gaspar Silva Morais, José Cândido, José Alves de Lima, José Nascimento Neto, José Messias, Inaldo G. Guimarães Filho, Claudson Santana Batista, Antônio Pereira dos Anjos, Nelson Alves Castro, Luiz Bispo Dias Noleto, Hamilton Fernandes Naves, Raimundo Costa, Ajuri Fernandes da Silva, Plínio Cesar Gracia, Roberto Batista, Wilson de Assis Sobrinho, Rubens Fernandes Marçal e Lucimar de Souza França.

Em 1989, o Kaburé foi campeão da 1ª competição estadual amadora a ser realizada no Tocantins: a Copa Tocantins. Treinada por Wilson Tapuio, a equipe campeã era formada por: Gentil, Martins, Rubão, Rubinho e Lucimar; Babal, Giordany e Juscelino; Wilsinho, Mundeco e Sandro.

Em 1991, sob o comando de Carlucio Divino, o Kaburé foi bicampeão da competição. A equipe bicampeã: Edinaldo, Elinho, Paixão, Rubinho e Martins; Juscelino, Babal e Giordany; Wilsinho, Paulo Dias e Josa. Em dezembro de 1993, com o profissionalismo já tendo atingido o futebol tocantinense, o Kaburé conquistou a Copa Tocantins e obteve o direito de ser o 1º representante do Tocantins na Copa do Brasil.

A equipe, treinada por Amarildo, foi campeã vencendo o Intercap na prorrogação e estava assim formada: Marcinho, Luiano, Paixão, Alex e Vanderlei; Babalzinho, Gilberto e Luizinho; Taguá, Paulão e Juscelino. Na Copa do Brasil de 1994, o Kaburé passou pelo América Mineiro na 1ª fase, sendo eliminado pelo Comercial de Campo Grande na fase seguinte. Ao conquistar novamente a Copa Tocantins no mesmo ano, garantiu nova participação na competição nacional.

Em 1995, o Kaburé eliminou o Maranhão na 1ª fase e se despediu da segunda fase da Copa do Brasil com duas derrotas (1 x 0, em casa, e 8 x 0, fora) para o Flamengo. No ano seguinte, conquistou mais uma vez a Copa Tocantins, vencendo o Tocantinópolis na final. Ainda em 1996, o clube realizou a melhor campanha de sua história no Campeonato Tocantinense, sagrando-se vice-campeão ao perder a decisão nos pênaltis para o Gurupi.

Em 1997, o Kaburé não passou da primeira fase da Copa do Brasil: empatou o primeiro jogo com a então vice-campeã brasileira Portuguesa em 1 x 1 e foi goleado no segundo por 8 x 0, no Estádio do Canindé, na capital paulista.

Em 2007, após dez anos sem disputar o campeonato estadual, terminou na 5ª colocação e só não se classificou para as semifinais por ter escalado o jogador Cassius de forma irregular. A vaga acabou ficando com o Gurupi, que havia sido derrotado nos pênaltis pelo Kaburé por 6 x 5. Após uma péssima campanha em 2009, o Kaburé foi rebaixado para o Campeonato Tocantinense da 2ª Divisão.

 

FONTE & FOTO: Wikipédia – Ismael Carlos

Araguaína Futebol e Regatas – Araguaína (TO)

O Araguaína Futebol e Regatas é uma agremiação da cidade de Araguaína (TO). O Tourão do Norte foi Fundado no dia 28 de fevereiro de 1997. É o clube de maior torcida do estado do Tocantins. O Tourão do Norte é sucessor do extinto Araguaína Futebol Clube, agremiação fundada em 1979 que se desligou oficialmente da Federação Tocantinense de Futebol em 1996.

O apelido Tourão do Norte é uma alusão ao mercado agropecuarista do município. A cidade de Araguaína é conhecida como “ A capital do boi gordo” pelo grande número de rebanhos bovinos que fazem da cidade a maior exportadora de carne bovina do estado do Tocantins.

No ano de 2004, chegou pela primeira vez a uma decisão do Campeonato Tocantinense, perdendo o título para o Palmas. Em 2005, foi novamente vice-campeão estadual. A primeira conquista do Campeonato Tocantinense ocorreu em 2006, quando bateu o Tocantinópolis na final. No mesmo ano, participou do Campeonato Brasileiro da Série C, terminando na trigésima oitava colocação.

Na edição de 2007 da competição, mesmo tendo realizado a melhor campanha de seu grupo, o Araguaína acabou perdendo 12 pontos nos tribunais, devido à escalação do jogador Eucimar de forma irregular em duas partidas. O clube conseguiu recorrer, porém, a terceira fase da competição já estava sendo disputada, a equipe não conseguiu ser novamente incluída.

ANOS DE OURO

Em 2009, foi um ano excelente para o Tourão do Norte, primeiramente porque houve a construção de um novo estádio na cidade, o Mirandão. A partida de inauguração foi contra o Goiás, em que o esmeraldino venceu por 2 x 1. o Araguaína chegou a final do Campeonato Tocantinense pela quinta vez em seis anos.

Fazendo uma boa campanha no estadual, o Touro chegou até a finalíssima contra o Palmas, arrancando um empate na capital por 1 x 1. No Mirandão o clube empatou em 2 x 2 e venceu o Palmas por 5 x 3 nos pênaltis e conquistou seu segundo título.

Representou o estado do Tocantins na Copa do Brasil de 2010, competição da qual foi eliminado na 1ª fase pelo Guarani de Campinas. No dia 16 de outubro de 2010, o Araguaína tornou-se a primeiro equipe tocantinense a subir de divisão no Campeonato Brasileiro, sendo promovido da Série D para a Série C.

A partida que decretou a ascensão do clube, válida pelas quartas-de-final da competição, foi contra o Uberaba. Após um empate sem gols no tempo normal, o Araguaína venceu a disputa de pênaltis por 3 a 2, com atuação destacada do goleiro Huanderson, que defendeu três cobranças.

Além do acesso, o clube garantiu vaga nas semifinais da Série D. Porém, não conseguiu chegar às finais, sendo eliminado pelo Guarany de Sobral com dois empates.

CRISE

Em 2011, o Araguaína não fez boas campanhas nas competições que disputou. No primeiro semestre, disputou o Campeonato Tocantinense, onde a equipe não foi muito bem e acabou rebaixada. No segundo semestre, jogou a segunda divisão do estadual e não conseguiu o acesso. Na Série C, ficou com apenas 1 ponto no Grupo A da competição e foi rebaixado.

Em 2012, começou o ano Sonhando em herdar a vaga do Rio Branco-AC que havia sido punido pela Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mais depois de muita confusão, foi decretada o rebaixamento do Araguaína que não disputou a Série D e novamente o Campeonato Tocantinense da 2ª Divisão.

 

FONTE & FOTO: Wikipédia – Ismael Carlos

Coleção de Camisas do Tocantins

Para quem curte camisas de futebol, segue a bela coleção de um de meus leitores, Ismael Carlos. Ele mora na cidade de Lavandeira em Tocantins.

Atualmente a coleção possui 145 camisas sendo 25 de Brasília, 58 de Tocantis e o restante de clubes pelo Brasil. Segundo Ismael, de Tocantins estão faltando apenas quatro camisas para fechar a coleção dos times profissionais ativos e inativos (Clube Atlético Paraíso, Rio Sono, Clube dos XXX e União de Palmas).

Em uma primeira olhada, vi clubes raros como o Kaburé, Unaí, União de Araguaína, Wandelândia (foi campeão Tocantinense Amador antes do primeiro estadual profissional – esse escudo eu não tinha), Miracema, Tubarão, Força Jovem, Inove, enfim…bem legal mesmo.

Conforme seu relato, tudo começou mais precisamente no dia 7 de abril de 2012, quando foi acompanhar uma partida de futebol do Campeonato Brasiliense entre os times do Capital (DF) x Bosque Formosa (GO).

Nesse jogo ganhou uma camisa do time do Capital Clube Futebol das mãos do presidente Pavão.

E a coleção não parou de crescer…

Seguem algumas fotos..



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

União Araguainense – Novo escudo!

O União Araguainense, disputou o Campeonato Tocantinense em, 1993, 1994, 1995 e 1996. Conquistando a competição em 1994 ao vencer na final a equipe do Tocantins de Miracema.
Em 1993, a Caixa incluiu pela primeira vez clubes tocantinenses na Loteria Esportiva. O jogo entre União Atlética Araguainense x Tocantins de Miracema foi o número 10 do concurso 92. Deu coluna 1, União 3×0. A partida foi realizada em Araguaína.
Em seus tempos de glórias, o União Araguainense, disputou a Série C do Campeonato Brasileiro em 1994 e 1995, sempre com campanhas medianas. A Copa do Brasil, disputou em 1996, com o título da Copa Tocantiins. Na estréia, o time tocantinense venceu o campeão goiano, o Vila Nova por 2×1. Mas foi eliminado, ainda na primeira fase da competição, na partida de volta por 1×0.
Em 2009, o União Araguainense retornou às competições profissionais, foi na Segunda Divisão do Campeonato Tocantinense, terminando a competição em 5º lugar.

Fonte:
https://www.facebook.com/araguainense.araguainense
Arquivos pessoal

 

Nova Conquista Esporte Clube – Santa Fé do Araguaia (TO): Escudo e uniforme redesenhado

O Nova Conquista Esporte Clube é uma agremiação do Município de Santa Fé do Araguaia (TO). O clube Alviverde foi Fundado no dia 06 de Fevereiro de 2005. A sua Sede fica localizada na Avenida Araguaia, nº 72, no Centro de Santa Fé do Araguaia. O Nova Conquista é presidido por José Félix Pereira de Souza.

O clube surgiu como amador , mas mudou o curso a partir de 2011, quando montou as categorias de base. Atualmente o  Nova Conquista tem aproximadamente 150 atletas na faixa de 6 a 18 anos. O time mandará os seus jogos no Estádio Sebastião Alves, quando jogará o Campeonato Tocantinense da Segunda Divisão.

 

FONTES: Federação Tocantinense de Futebol – Blog do clube