Arquivo da categoria: Alagoas

Centro Esportivo Alagoano (CSA): Tetracampeão Alagoano em 1958

Tetracampeão Alagoano (1955, 1956, 1957 e 1958)

A Revista do Esporte assim descreveu o grande feito: “Pela quarta vez consecutiva o Centro Esportivo Alagoano (CSA) sagrou-se campeão de seu Estado. Integrado de elementos que possuem bom futebol (e sendo o clube onde Dida se iniciou), o tetra das Alagoas mais e mais aumenta a sua legião de aficionados”.

A foto (abaixo) nos mostra a equipe do Centro que tem a seguinte constituição: Em pé, da esquerda para direita – Bandeira, Masso, Paulo Santos, Nazareno, Bolendo e Moura;

Agachados, da esquerda para direita – Clóvis, Perereca, Santos, Tonho e Ítalo.    

FONTE: Revista do Esporte (RJ)

Copa Alagoas – Sergipe – 1967

1º Turno

02.04.1967
Penedense(AL) 0x1 América(SE)
CSA(AL) 4×1 Confiança(SE)
05.04.1967
CSA(AL) 1×0 Penedense(AL)
08.04.1967
Confiança(SE) 3×1 Penedense(AL)
09.04.1967
América(SE) 1×2 CSA(AL)
12.04.1967
Confiança(SE) 2×0 América(SE)

2º Turno

16.04.1967
Confiança(SE) 2×0 CSA(AL)
América(SE) 1×1 Penedense(AL)
19.04.;1967
Confiança(SE) x América(SE) (cancelado)
21.04.1967
Penedense(AL) 1×1 CSA(AL)
23.04.1967
Penedense(AL) 3×0 Confiança(SE)
CSA(AL) 3×1 América(SE)

Campeão – Centro Sportivo Alagoano (Maceió – AL)

Fonte: Sistema de Bibliotecas da Universidade Federal de Sergipe

Foto rara: Centro Sportivo Alagoano – C.S.A. – Maceió – Campeão alagoano do ano de 1974

 

Centro Sportivo Alagoano – C.S.A. – Maceió

 

Em pé, da esquerda para a direita: Espinosa, Dida, Valmir, Ricardo, Tadeu e Maurício.

Agachados, na mesma ordem: Jorge Siri, Valdecir, Djair, Soareste e Ênio.

 

Fonte: revista Placar

Início da Coligação Esportiva de Alagoas

A Coligação Esportiva de Alagoas (CEA) foi fundada no dia 14 de março de 1927 e teve como seu primeiro presidente Otacílio Maia. Os clubes fundadores foram CSA. CRB. Vera Cruz. Tiradentes. Flamengo. Uruguai e Barroso.

Para a realização do primeiro campeonato oficial foram realizadas várias reuniões com os clubes interessados em discutir a organização de estatutos, tabelas e regulamentos. Ficou acertado que antes do campeonato teria um Torneio Início programado para o dis 17 de abril de 1927. Também ficou acertado que o campeonato teria seu início no dia 24 e o termino no dia 16 de outubro. O torneio Início foi realizado e o CSA foi o campeão. O clube recebeu o Troféu Mauricio & Cia., confeccionada no Rio de Janeiro.

Para o campeonato a CEA oficializou os campos da Pajuçara e Mutange para a realização dos jogos. Mas, as coisas não começaram bem. Mudaram a data do início, alteraram a tabela e os dirigentes não se entendiam. Logo no primeiro jogo, no dia 24 de abril, o jogo Barroso 2 x Uruguai 1, não terminou bem. O goleiro do Barroso deu em soco em um atacante do Uruguai e os jogadores brigaram com a intervenção da polícia. O campeonato estava programado para dois turnos. Depois de alguns jogos, muitos foram, fiaram desinteressados e abandonaram a competição. Por isso, o campeonato teve somente um turno. No último jogo, O CRB venceu o CSA por 2×0 e conquistou o primeiro título de campeão alagoano.

Ainda nesse ano de 1927, o presidente Otacílio Maia procurou entrar em entendimento com a Confederação Brasileira de Desportos, afim de filiar nossa entidade para disputar o campeonato brasileiro de seleções. O senhor Luiz Costa Filho, representante da CEA, no Rio de Janeiro, tratou de toda documentação para filiação da entidade. Aceita nossa inscrição, a CEA tratou de convocar os atletas que iriam defender Alagoas no campeonato brasileiro. Foram chamados os seguintes jogadores: Zébino. Xaxéo. Moacir. Marãozinho. Eraldo. Claudionor. Cavendisch. Odulfo. Onofre. Sergipe. Jacaré. Mimi. Geraldo. Artur Reis. Tininho. Ricardo. Mendes. Luiz. Gouveia. Paulo. Bráulio e Viana. A CBD programou para o dia 16 de outubro em São Januário, no Rio de Janeiro. O adversário dos alagoanos seria os paraenses. Como apoio do Governador Costa Rêgo, a delegação embarcou, no dia 5 de outubro, no navio Itaquatiá. No jogo, derrota para o Pará por 12 a 2.

Fonte: Arquivos de Lauthenay Perdigão