CHILE DRIBLA TERREMOTO E FAZ FESTA.

O Chile ganhou o direito de promover a Copa no congresso da Fifa realizada em Lisboa, em 1956. E por causa da incrível determinação de seu povo conseguiu realizá-la. Afinal, no dia 21 de março de 1960 o país foi sacudido por um terremoto que se estendeu por uma área de 400 quilômetros quadrados, deixando milhares de mortos.

A Fifa chegou a esboçar uma mudança de sede. Não acreditava que país pudesse se recuperar em apenas dois anos. Mas o presidente do Comitê Organizador, Carlos Dittborn Pinto, nascido em Niterói, onde o pai estivera em missão diplomática, assumiu a responsabilidade: “Se nada temos tudo faremos”.

Dittborn morreu um mês antes da Copa, aos 38 anos – o stress acumulado na ânsia de ver a casa arrumada lhe tirou a vida. Mas o Chile sobreviveu. Em 30 de maio de 1962, quando 11 jogadores chilenos pisaram no gramado do Estádio Nacional de Santiago para enfrentar a Suíça, na festa de abertura, a maioria não resistiu. Chorou de emoção.

Fonte: Jornal Lance.

Compartilhe...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *