Memória do Futebol Amazonense – Grêmio Coariense

O Grêmio Atlético Coariense foi fundado em 06 de janeiro de 1977 na cidade de Coari, região do médio Amazonas.
Após várias disputas no futebol amador, o tricolor “Gavião” ganhou vários títulos na cidade, principalmente nos anos 90.
Em 1991, por ocasião do Torneio da Amazônia ajudou a Seleção Local (cedendo vários jogadores) a jogar contra o São Raimundo de Manaus. Em Coari o resultado foi 0 x 0 e em Manaus, 0 x 2.
Em 2003 houve a Copa Integração e o “Gavião” chegou ao vice-campeonato, com os resultados (0 x 0 e 0 x 1), ganhou o Sulamérica de Manaus.

O Profissionalismo
Em fins de 2003 a diretoria do Clube, inscreveu a quipe no profissionalismo da FAF (Federação Amazonense de Futebol) e em 2004 já jogava no profissionalismo.
Coari está em festa. Pela primeira vez disputa o campeonato amazonense de futebol profissional. O Grêmio da cidade de Coari confirmou sua intenção em seguir toda a cartilha da CBF para se profissionalizar, dentre as quais, incluem, times em todas as categorias de base; estádio com mais de 5000 lugares sentados; pagamento de diversas taxas, sede social própria, etc. O Grêmio Coariense é dirigido pelos irmãos Paçoca e Tição, dois craques que no final da década de 80 brilharam no Princesa do Solimões. Em 2004 Foi a grande surpresa do campeonato amazonense de 2004 e ainda fez belo papel na Série C nacional.
No Primeiro Turno do Amazonão 2004, a equipe chegou à finalíssima empatando com o São Raimundo no Estádio Brasil (0 x 0).
Chegou ao vice amazonense de futebol e disputou a Série C do Brasileirão, estreando no dia 01 de agosto de 2004 vencendo ao Rio Branco-AC (Campeão da Copa Norte 1997) em Rio Branco por 1 x 0.

 


Grêmio Coariense campeão Amazonense de 2005

Campeão
É Campeão, esse é o grito da torcida do Grêmio Coariense em 2005. Foi campeão vencendo o Nacional, um dos grandes clubes amazonenses. São muitas as críticas sobre o time, mas é preciso reconhecer que o esforço foi grande para chegar lá onde chegou.
Não é fácil um time do interior se destacar em qualquer nível e isso em todo lugar do mundo. Tudo joga contra ele. O mais forte é a falta de patrocinadores. As empresas, preferem patrocinar os grandes times. Os pequenos só quando crescem e as vezes os patrocínios são mixurucas.


Grêmio Coariense e Vila Nova-GO pela Copa do Brasil de 2006


A equipe do Grêmio Coariense e seu tradicional uniforme tricolor

Pediu licença em 2007 em função de dívidas.

Fonte: Timesdobrasilhd1.com.br

1 pensou em “Memória do Futebol Amazonense – Grêmio Coariense

  1. Gerson Rodrigues

    Apenas complementando sua informação, o Grêmio está de volta e disputando a segunda divisão amazonense. Inclusive se ganhar o último jogo (dia 17/10 contra o Operário), provavelmente subirá para a primeirona em 2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *