O Pontapé inicial do futebol no Brasil: São Paulo Gás Company vs São Paulo Railway Company

A equipe do São Paulo Gás Company

Há muitas histórias bacanas sobre o surgimento do futebol no Brasil. Uma delas, é sobre o primeiro jogo realizado no território nacional. Os funcionários da São Paulo Gás Company (empresa responsável pela iluminação pública a gás na cidade) enfrentou os trabalhadores da São Paulo Railway Company (primeira ferrovia do Estado de São Paulo), no dia 14 de abril de 1895, num descampado da Várzea do Carmo, região central de São Paulo.

Num jogo de seis gols, o São Paulo Railway Company venceu pelo placar de 4 a 2. Um dado interessante foi que o promotor da partida inédita era um dos jogadores do time ferroviário, vencedor: Charles Miller, hoje considerado o pai do futebol no Brasil.

 

 Introduzido em São Paulo no final do século 19, o futebol era, de início, um esporte praticado apenas pela elite e pela colônia inglesa. No entanto, sua popularização não tardaria a acontecer, com o surgimento dos times de várzea e das associações desportivas que reuniam os operários das fábricas. Foi por meio destas duas vias que, no decorrer das primeiras décadas do século 20, o futebol ganhou força para se profissionalizar no Brasil.

A primeira partida noturna no mundo

Como outras empresas de origem britânica, a Light, companhia responsável pela implantação de energia elétrica em São Paulo, incentivou a prática do futebol entre seus funcionários desde o início de seu estabelecimento na Capital, em 1900. Em 1903, as medalhas usadas na consagração dos bicampeões da Liga Paulista de Futebol, criada dois anos antes, foram ofertadas pela diretoria da Light, trazidas de Londres.

Outro mérito da empresa foi ter organizado o primeiro jogo noturno no mundo – e iluminado por luz elétrica. A partida aconteceu em 24 de junho de 1923 em um campo da Light na Rua do Glicério, no Cambuci, entre as equipes da Sociedade Esportiva Linhas & Cabos (depois passou a se chamar: Associação Atlética Light & Power), composta por empregados da companhia, e da Associação Atlética República, time paulistano. Após as dificuldades de se enxergar a bola neste jogo – até então a pelota era marrom, de couro natural -, teve-se a ideia de pintar a bola de branco para a disputa seguinte.

 

 Fonte e acervo: Fundação Energia e Saneamento / Site Alô Tatuapé

Este post foi publicado em 01. Sérgio Mello, Curiosidades, Escudos, História do Futebol, São Paulo em por .

Sobre Sergio Mello

Sou jornalista, trabalho no Jornal dos Sports (atual ‘RJ Sports’), aqui no Rio de Janeiro/RJ, desde 2005. Anteriormente, trabalhei na Rádio Record e Jornal O Fluminense, de Niterói. No jornal já fiz o esporte amador, passando pelo futebol de base, Campeonatos da Terceira e Segunda Divisões, chegando a ser o setorista dos quatro grandes do Rio, Seleção Brasileira. Cobri os Jogos Pan-Americanos do Rio 2007, Eliminatórias, entre outros. Atualmente, tenho cerca de 3 mil matérias assinadas, e cubro o Flamengo e ainda faço a página dos pequenos. Também sou Benemérito do Bonsucesso Futebol Clube. E-mail para contato: sergiomellojornalismo@msn.com Facebook: https://www.facebook.com/SergioMello.RJ

5 pensou em “O Pontapé inicial do futebol no Brasil: São Paulo Gás Company vs São Paulo Railway Company

  1. Andre Martins

    excelente achado, sergiao! quando penso que ja vi de tudo, vc me aparece com essa rs

    ah! e falando nos primordios do futebol, achei informações que podem surpreender muita gente quanto ao inicio do esporte em campinas. em breve, no meu livro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *