Os dias mais sofridos das grandes equipes do Brasil

 

 

Texto de José Renato Santiago do Memoria do Futebol

Ao longo da história dos Campeonatos Brasileiros, desde 1971, entre os 12 maiores times brasileiros, 5 deles jamais disputaram divisões intermediárias, segunda e/ou terceira divisão e/ou similares, são eles: Cruzeiro, Flamengo, Internacional, Santos e São Paulo.

Dentre as outras 7 equipes apresento abaixo a lista das equipes que permaneceram o maior número de dias nas divisões inferiores do Campeonato Brasileiro:

O critério utilizado para a contagem dos dias é o final da competição que definiu a ida da equipe para a disputa, até a data final do campeonato intermediário que o time disputou.

Eis a lista:

1. Fluminense: 765 dias (Segunda Divisão de 1998 e Terceira Divisão de 1999)

2. Grêmio: 705 dias (Segunda Divisão de 1992 e 2005)

3. Palmeiras: 572 dias (Taça de Prata de 1981 e 1982 e Segunda Divisão de 2003)

4. Corinthians: 449 dias (Taça de Prata de 1982 e Segunda Divisão de 2008)

5. Botafogo: 372 dias (Segunda Divisão de 2003)

6. Atlético Mineiro: 351 dias (Segunda Divisão de 2006)

   Vasco da Gama: 351 dias (Segunda Divisão de 2009)

 Ao considerarmos o rebaixamento do Palmeiras para a Segunda Divisão de 2013, a equipe alviverde passará ser a equipe grande com maior período de dias em divisões intermediárias do campeonato brasileiro.

 1. Palmeiras: 922 dias (Taça de Prata de 1981 e 1982 e Segunda Divisão de 2003 e 2013)

2. Fluminense: 765 dias (Segunda Divisão de 1998 e Terceira Divisão de 1999)

3. Grêmio: 705 dias (Segunda Divisão de 1992 e 2005)

Já estou admitindo o retorno do grande alviverde para o local da onde ele jamais poderia ter saído, a Série A.

fonte- www.memoriafutebol.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *