1º escudo: Esporte Clube Flamengo – Marechal Cândido Rondon (PR)

O Esporte Clube Flamengo foi uma agremiação do município de Marechal Cândido Rondon, que fica a 576 km da capital (Curitiba) do estado do Paraná. Com uma população de 54.031 habitantes, segundo a estimativa do IBGE/2021, a localidade em 06 de Julho de 1953, sob a Lei municipal nº 17, passou a ser um Distrito administrativo da cidade de Toledo, com o nome de Vila General Rondon.

Isto posto, na segunda-feira, do dia 25 de Julho de 1960, o então governador do Paraná, Moisés Lupion, sancionou a Lei nº 4.245, emancipando 58 municípios, dentre eles a Vila General Rondon, que a partir dessa data, passou a ser denominada Marechal Cândido Rondon.

EM PÉ (esquerda para a direita): Auri Osmar Zart, Eloi Fischer, Ulli Henke, goleiro (não identificado), Armindo Schmidt, Norberto Schmidt, 7º (não identificado) e 8º (não identificado);
Agachados: nenhum identificado.

Sobre o clube, o “Rubro-Negro Rondonense” foi Fundado em 1958. A sua Sede ficava na Avenida Rio Grande do Sul, s/n, no bairro Flamengo, em Marechal Cândido Rondon.

O seu 1º jogo, aconteceu em 1958, quando o Esporte Clube Flamengo  recebeu a visita do Vasquinho, do município de Guaíra. No final, o rubro-negro estreou no futebol com o ‘pé direito’ ao golear o seu oponente pelo placar de 5 a 0.

Na segunda-feira, do dia 07 de setembro de 1959, o Esporte Clube Flamengo fez o seu 1º jogo Internacional, contra o time de futebol de Marangatu, do Paraguai.

Foto de 1959

Em 1971, foi eleito a nova diretoria do Esporte Clube Flamengo, composta pelos seguintes cargos e nomes:

Presidente de honra – Dealmo Selmiro Poersch;

Presidente – Alcídio Kempfer (reeleito);

Vice-Presidente – Alberto Nelson Krug;

Secretário – Clóvis Closs;

2º Secretário – Agenor Speck;

Tesoureiro – Helmuth Zart;

2º Tesoureiro – Harry Cassel;

Vice diretor social – Ariovaldo Luiz Bier;

Diretor esportivo – Eugênio Rockembach;

Diretor social – Ireno Pedralli;

Conselho Fiscal (Efetivos) – Mario Dilda, Gustavo Marzinskowski e Hans Marzinskowski e Nelson Castilho

Vice-campeão da Taça Paraná de 1986

 
Esporte Clube Flamengo, vice-campeão da Taça Paraná de Futebol de 1986
Acervo Ilário Radke Genz

Nos anos 80, o clube participou de algumas edições da Taça Paraná! Disputou a Taça Paraná de 1981, onde o rubro-negro ficou no Grupo 11, juntamente com o Sociedade Esportiva Aliança (São Miguel, em Toledo), Comercial Esportivo Recreativo Cultural (Laranjeira do Sul) e Cruzeiro Esporte Clube (Corbélia).   

O Flamengo estreou, fora de casa, no domingo, do dia 13 de Setembro, empatando em 1 a 1  com o Cruzeiro, de Corbélia. Pela 2ª rodada, novamente como visitante, no domingo, do dia 20 de Setembro, acabou derrotado pelo Aliança (Toledo) pelo placar de 2 a 1.

Na 3ª rodada, o Flamengo recebeu o Comercial (Laranjeira do Sul), no domingo, do dia 27 de Setembro, e, ficou no empate em 1 a 1, no Estádio Scheneider, em Marechal Cândido Rondon.

Pela 4ª rodada, no domingo, do dia 04 de Outubro, acabou derrotado pelo Cruzeiro (Corbélia)  por 1 a 0, no Estádio Scheneider, em Marechal Cândido Rondon. Sem chances de avançar para fase seguinte, o Flamengo e o Aliança (Toledo), desistiram as duas rodadas que faltavam.

Em 1986, a Federação Paranaense de Futebol patrocinou e organizou a 23ª Taça Paraná, com a participação de 58 equipes, em 16 grupos. Nessa edição, o Esporte Clube Flamengo fez a sua melhor campanha.

O Rubro-negro Rondonense chegou até a grande final, quando ficou com vice-campeão da Taça Paraná de Futebol. O jogo decisivo, aconteceu na terça-feira, do dia 24 de Fevereiro de 1987, quando o Flamengo acabou derrotado pelo Fanático Futebol Clube, de Campo Largo, por 3 a 2, no Estádio Pinheirão, em Curitiba.

O Esporte Clube Flamengo esteve presente também na Taça Paraná de 1987, onde ficou no Grupo XI, juntamente com o Clube Atlético Jesuítas (Jesuítas) e Esporte Clube São Jorge (Altônia).

1º participação no futebol profissional

Anos 70

O clube abriu o seu CNPJ em 06 de Junho de 1990, para se regularizar, a fim de debutar na esfera profissional. Assim, o Flamengo disputou o Campeonato Paranaense da Segunda Divisão de 1990.

A competição contou com a participação de 32 equipes. Chegaram na grande final, o União Operário Esportivo e Recreativo (Laranjeiras do Sul) e o Grêmio Esportivo Recreativo Goioerê (Goioerê). No jogo de ida, na quinta-feira, do dia 13 de Dezembro de 1990, O Grêmio Goioerê venceu, em casa, União Operário por 1 a 0.

No jogo da volta, em Laranjeiras do Sul, no domingo, do dia 16 de Dezembro de 1990, o União Operário bateu o Grêmio Goioerê por 2 a 0. No entanto, o saldo de gols não constava como critério de desempate, apenas o número de pontos.

Como cada um venceu o seu jogo, a decisão foi para a disputa de pênaltis. Após uma disputa dramática, quem levou a melhor foi o Grêmio Goioerê que ganhou por 9 a 8, ficando com o título do Campeonato Paranaense da 2ª Divisão de 1990.

Colaborou: Rodrigo S. Oliveira

FOTOS: Acervos Vane Jochims Hensel e Ilário Radke Genz

FONTES: Site Memória Rondonense – Página no Facebook “Memória Rondonense” – Diário da Tarde (PR) – Correios de Notícias (PR)

Este post foi publicado em 01. Sérgio Mello, Carências, Curiosidades, Escudos, Fotos Históricas, História do Futebol, Paraná em por .

Sobre Sérgio Mello

Sou jornalista, desde 2000, formado pela FACHA. Trabalhei na Rádio Record; Jornal O Fluminense (Niterói-RJ) e Jornal dos Sports (JS), no Rio de Janeiro-RJ. No JS cobri o esporte amador, passando pelo futebol de base, Campeonatos da Terceira e Segunda Divisões, chegando a ser o setorista do América, dos quatro grandes do Rio, Seleção Brasileira. Cobri os Jogos Pan-Americanos do Rio 2007, Eliminatórias, entre outros. Também fui colunista no JS, tinha um Blog no JS. Sou Benemérito do Bonsucesso Futebol Clube. Também sou vetorizador, pesquisador e historiador do futebol brasileiro! E-mail para contato: sergiomellojornalismo@msn.com Facebook: https://www.facebook.com/SergioMello.RJ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.