Escudo de 1968: Paysandu Athletico Club – Rio de Janeiro (RJ), Campeão Carioca de 1912

O Paysandu Athletico Club é uma agremiação da cidade do Rio de Janeiro (RJ). A sua Sede social atual está localizada na Avenida Afrânio de Melo Franco, nº 330, no bairro do Leblon, na Zona Sul do Rio (RJ).

Breve história do clube

1885 – A 2ª metade do século XIX foi marcada pela entrada do Brasil na era industrial e, consequentemente, também pela forte presença de imigrantes europeus, atraídos pelas novas oportunidades de uma economia em grande expansão. Graças a uma série de acordos entre Brasil e Inglaterra, podemos destacar o grande número de imigrantes ingleses, que desfrutavam de condições extremamente favoráveis para se estabelecer por estes lados. Porém, longe de sua terra natal era grande a saudade da família, dos amigos, de sua cultura e de seus hábitos – dois deles determinantes para a nossa história: o hábito de freqüentar os “social clubs” e, principalmente, o de praticar esportes, ambos inexistentes no Brasil daquela época.

Nasce o Rio Cricket

1872 – Na quinta-feira, do dia 15 de agosto de 1872, um grupo de jovens ingleses apaixonados pela prática de esportes funda o que seria a primeira semente do Paissandu Atlético Clube: uma agremiação chamada Rio Cricket Club, num terreno alugado na Rua Berquó (atual General Polidoro), em Botafogo, onde criaram um “ground” para a prática do cricket, esporte amplamente difundido na Inglaterra.

Mudança do nome: Paysandu Cricket Club

1880 – Devido às limitações do terreno, que não permitia a prática de outros esportes, e temendo que o crescimento da região acabasse com o campo, no ano de 1880 o clube muda-se para um terreno alugado na Rua Paysandu, nº 159/203/215, no bairro do Flamengo, na zona sul do Rio. O espaço, de propriedade do Conde D’Eu, estava localizado exatamente em frente à sua residência com a Princesa Isabel. É neste terreno da Rua Paysandu que o Clube ganha sustentação e passa a chamar-se Paysandu Cricket Club, em homenagem à sua nova localização. Na nova sede, o ground de cricket ganha uma pista de corrida em toda a sua volta, o que permite a prática de esportes atléticos. Outras importantes melhorias foram a construção de quadras de tênis e de um pavilhão para abrigar as senhoras que vinham assistir aos jogos, dentre elas a Princesa Isabel, que, grande apreciadora da prática de esportes, era presença constante nos jogos e campeonatos.

Chega ao Rio a 1ª bola e depois clube estreia no Estadual

1898 – Oscar Cox, filho de um dos fundadores do Clube traz da Suíça a 1ª bola de futebol para o Rio de Janeiro. Em 1906, debutou no Campeonato Carioca da 1ª Divisão, terminando com em 2º lugar. Em 1907, fechou a competição na 3ª colocação. Em 1908 e 1911, acabou na 5ª e 4ª posições, respectivamente.

Em 1912, o Paysandu se tornou o 1º e único time inglês a ser campeão carioca de futebol, conquistando a “Taça Colombo“. Anos mais tarde, o Clube muda novamente seu nome para Paysandu Athletic Club.

Clube é obrigado a trocar de bairro

1932 – Após a queda do Império e as sucessivas mudanças de propriedade do terreno, o Paissandu é obrigado a deixar o local onde havia passado seus últimos 50 anos e procurar um novo espaço para sua sede. Graças à boa vontade e à simpatia pelo esporte, a Light & Powers aluga a um preço bastante amigável um terreno de sua propriedade na Rua Siqueira Campos, em Copacabana, que passa a sediar o Clube. Porém, o tamanho do terreno era sensivelmente menor do que o antigo, fazendo com o clube se limitasse à prática de tênis e do bowls.

Novamente foi obrigado a mudar de Sede

1952 – Light & Powers vende o terreno da Rua Siqueira Campos e novamente o Clube perde a sua sede. Os sócios passam a utilizar a Embaixada Britânica para praticar esportes, e a Christ Church, em Botafogo, para suas reuniões administrativas.

Inauguração da atual Sede

1953 – Após um período de total indefinição, finalmente a então Prefeitura do Distrito Federal cede o terreno da Avenida Afrânio de Melo Franco, onde ainda hoje está o Clube. Apesar de ser uma área bastante privilegiada, trazia também grandes desafios. À primeira vista mal poderia ser considerado terreno, tamanha era a quantidade de água que precisava ser aterrada. Os vizinhos também eram bastante diferentes dos de hoje. De um lado, a Favela da Praia do Pinto, do outro, a Favela de Ilha das Dragas. E para todo lugar que se olhasse, lixo e mais lixo.

1956 – Na segunda-feira, do dia 31 de dezembro, após quatro anos sem sede, o Clube é finalmente reinaugurado. A princípio conta apenas com um barracão, onde ficavam um bar, sala de estar e salão de jogos. Ao longo do tempo foram sendo construídas as quadras de tênis, vestiários, o gramado do bowls e a piscina.

1963 – O Paysandu Athletic Club inaugura sua nova sede social, no bairro do Leblon, projetada por Rolf Hütner e inspirada nas formas de Oscar Niemeyer. Com a nova sede, a vida social do clube ganha nova vida. Com o passar os anos, o nome em inglês se aportuguesou: Paissandu Atlético Clube, nada mais brasileiro e carioca.

Caneca de 1968

O 1º Campeonato Carioca o Paysandu ficou com o vice

O 1º Campeonato Carioca de 1906, foi organizado por seis clubes:  Paysandu, Fluminense, Rio Cricket, Botafogo, Bangu e Football and Athletic. Na ocasião, o Paysandu preferiu jogar no campo da Rua Guanabara, do Fluminense, em detrimento do campo da Rua Paysandu, que era usado apenas para treinos e amistosos. Ao final do campeonato de 1906, o Paysandu foi vice-campeão, terminando a competição quatro pontos atrás do Fluminense.

Campeão Campeonato Carioca da 2ª Divisão em 1910

Nos campeonatos seguintes, o Paysandu não obteve muito sucesso. Chegou a jogar o Campeonato Carioca da 2ª Divisão em 1909 e 1910, sendo campeão do certame no segundo ano. Porém, sua maior glória viria em 1912.

Paissandu Atlético Clube/Divulgação

Título Inédito no Campeonato Carioca de 1912

Em 1912 marcou o primeiro duelo da dupla Fla-Flu, além da saída do Botafogo da Liga Metropolitana de Sports Athléticos, que se filiou à Associação de Football do Rio de Janeiro. Porém, na competição organizada pela LMSA, que era a mais forte, o título ficou com o Paysandu Cricket Club. Além do time da azul e branco, Mangueira, São Cristóvão, Fluminense, Bangu, Flamengo, America e Rio Cricket também disputaram o certame.

Várias vitórias foram marcantes, como os 5 a 0 no Fluminense. O Bangu foi goleado duas vezes, 10 a 1 e 6 a 0. Já nos jogos contra o Mangueira, dois verdadeiros massacres, 12 a 0 e 11 a 1. No domingo, do dia 20 de outubro de 1912, o Paysandu venceu o Fluminense por 4 a 2 e conquistou a taça, ficando dois pontos à frente do Flamengo, o vice-campeão.

O time base do campeão era o seguinte: Coggin; Pullen e Smart; Wood, Tom Robinson e Maclntyre; Monk, Sidney Pullen, Robinson, Leslie Pullen e Martin. Todos descendentes de ingleses.

A campanha de 1912 foi a seguinte: 14 jogos disputados, com 11 vitórias, dois empates e apenas uma derrota (1 a 0 para o América, em 28 de julho, ainda no 1º turno); marcando incríveis 64 gols, sofrendo 13, ficando com o saldo positivo de 51 gols.

FOTO de 1907
EM PÉ (esquerda para a direita): W. Murray, C.F. Cruikshank e H.C. Pullen;
AGACHADOS (esquerda para a direita): H. Wood, J. Robinson e H.B. Freeland;
SENTADOS (esquerda para a direita): J.P. Hampshire, Wildine, Calvier, L. Yeats e C.C. Robinson.
CLUBESPGJVEDGPGCSG
1ºPaysandu C.C. (Campeão)241411216413+51
2ºC.R. Flamengo221410226516+49
3ºAmerica F.C.20149233716+21
4ºRio Cricket Club17147342919+10
5ºFluminense F.C.16147252725+2
Bangu A.C.51421112451-27
6ºSão Cristóvão A.C.51421111046-36
8ºS.C. Mangueira31411121079-69
Classificação Final do Campeonato Carioca da 1ª Divisão de 1912

Para se ter noção da façanha alcançada pelo Paysandu, até hoje, mais de 100 anos depois que o torneio começou a ser disputado, somente dois clubes conseguiram o título estadual no futebol, além dos quatro grandes, América e Bangu: o Paysandu, em 1912, e o São Cristóvão, em 1926.

1914, muda o nome e abandona o futebol   

O futebol do clube não durou muito tempo, apesar do título. O clube abandona a prática oficial do esporte bretão em 1914, e passa a se chamar Paysandu Athletic Club. Com o fim do futebol o campo da Rua do Paysandu foi alugado pelo Flamengo. Confira como terminou a classificação final do Campeonato Carioca de 1914:

PosTimePGJVEDGPGSSG
1ºCR Flamengo19128312415+9
2ºAmerica FC17128133010+20
Botafogo FC17127322412+12
4ºFluminense FC16127233617+19
5ºRio Cricket Club6123092535-10
6São Cristóvão AC5121381541-26
7Paysandu AC4121291236-24

Em suma, no futebol, o Paysandu participou das primeiras edições do Campeonato Carioca da 1ª Divisão, em sete oportunidades: 1906, 1907, 1908, 191119121913 e 1914. No Campeonato Carioca da 2ª Divisão, foram duas participações: 1909 e 1910.

Dias atuais

Atualmente, o clube se intitula Paissandu Atlético Clube, onde é comum a prática de esportes como tênis, squash, bowls, dentre outros esportes. Também possuí áreas de lazer como: Piscina, Sauna, Restaurantes, Salão de Beleza, Massagens e muito mais.

Em 2006, especialmente, o clube voltou a disputar uma partida de futebol após quase 92 anos, nos jogos comemorativos dos 105 anos do futebol no estado do Rio (realizados na sede do Rio Cricket).

Por não possuir mais departamento de futebol ou jogadores, o clube pegou “emprestado” o time principal do Tombense Futebol Clube, de Minas Gerais, que gentilmente cedeu jogadores para a partida especial. O Paissandu venceu o Rio Cricket por 2 a 1.

FOTOS: Acervo de Auriel de Almeida (caneca) – Acervo do Paissandu ACLivro “Paissandu Atlético Clube: pioneiro do esporte no Rio de Janeiro, 2001”

FONTES: Wikipédia – livro “Paissandu Atlético Clube: pioneiro do esporte no Rio de Janeiro, 2001”, dos autores Vitor e Patrícia Iorio – Site oficial do clube

4 pensou em “Escudo de 1968: Paysandu Athletico Club – Rio de Janeiro (RJ), Campeão Carioca de 1912

  1. Cristian de Oliveira Salles

    Uma agradável surpresa encontrar esse site com milhares de matérias de alto nível. Adoro escudinhos e aqui há uma fartura! Parabéns aos envolvidos!

  2. Gabriel Santos

    Dizer que os seus trabalhos são de primeira é chover no molhado! Só me resta a redundância de parabenizá-lo e esperando que se recupere o mais rápido possível para continuar a nos agraciar com essas obras primas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.