Associação Esportiva Guarda Civil de São Paulo (SP): Fundado em 1940, enfrentou o São Paulo F.C.

A Associação Esportiva Guarda Civil de São Paulo foi uma agremiação da cidade de São Paulo (SP).  A sua Sede ficava localizada na Rua Brigadeiro Tobias, nº 110, no Centro de São Paulo (SP). Nos anos 50, a sua Sede passou a ser na Avenida da Luz, nº 464/3º andar.

Fundado na sexta-feira, do dia 21 de Junho de 1940, por iniciativa do coronel Christiano Klingelhoefer e do capitão Oswaldo P. Trindade, respectivamente diretor e sub-diretor da Guarda Civil.

A agremiação foi destinada para a prática de diversas modalidades esportivas como: futebol, pugilismo e lutas, esgrima, motociclismo, esportes aquáticos, gymnastica, voleibol, atletismo, xadrez, bola ao cesto (basquete) e remo

No início do mês de julho em conformidade com os artigos 25º e 37º dos Estatutos do clube, foram feitas as seguintes nomeações para o preenchimento dos vários cargos de administração e esportes, ou seja, a 1ª Diretoria:

Presidente – 1º Tenente Cazuza de Barros;

Secretário Geral – Tenente Arminio M. Gaia Filho;

1º Secretário – Amaury da Graça Martins;

1º Thesoureiro – Dr. Alarico de Toledo Piza;

2º Thesoureiro – Inspetor-chefe, João Odulio Teixeira;

Director Geral de Esportes – Inspetor-chefe, Alfredo Mainardi;

Director de Futebol – Rodrigo Soares de Oliveira;

Director de Pugilismo e Lutas – Inspetor Court Edgard Knoepfel;

Director de Bola ao Cesto e Voleibol – Sr. Amadeu Ribeiro;

Director de Esgrima – Inspetor Francisco de Paula Ferreira;

Director de Motocyclismo e Cyclismo – Inspetor-chefe, Rufino Lomba;

Director de Esportes Aquáticos – Inspetor-chefe, Oscar Muller;

Director de Gymnastica e Athletismo – Sub-inspetor Ernesto Debeus.

Campeão da Divisão dos Funcionários Públicos

No mesmo ano, o time da Guarda Civil se filiou na Liga de Futebol do Estado de São Paulo (LFESP). Em 1942, o clube se sagrou campeão da Divisão dos Funcionários Públicos.

Pelo Torneio dos Campeões de 1942, enfrentou o São Paulo F.C.

A conquista lhe rendeu vaga para participar do Torneio dos Campeões de 1942, organizado pela Federação Paulista de Futebol (FPF). A competição reunia os campeões amadores, em jogos eliminatórios para definir o campeão da cidade de São Paulo.

O vencedor garantia vaga para decidir contra o campeão do Interior o título do estado de São Paulo. Na tarde de sábado, às 15 horas, do dia 14 de novembro de 1942, no estádio do Pacaembu, a Associação Esportiva Guarda Civil estreou diante do São Paulo Futebol Clube (amadores), que levantaram o título da Divisão Extra.  

No final, melhor para o Tricolor Paulista que venceu por 1 a 0. Segundo o Correio Paulistano, a partida foi equilibrada e que o empate seria o resultado mais justo.

A partida teve um bom público, que viu o único gol da partida ser assinada aos 25 minutos do segundo tempo, por intermédio do zagueiro Moacir. O árbitro da peleja foi o Sr. Vitor Carratú, que teve boa atuação.  

Guarda Civil: Lazaro; Orestes e Antoninho; Medina, Navarro e Carlito; Mainardi, Carrara, Jaime, Almirat e Alves.

São Paulo F.C.: Faganelo; Alfredo e Moacir; Batista, Ari e Luiz; Ministro, Lima, Cirano, Caramurú e Rodrigues.

A equipe foi mencionada em diversos jogo amistosos até os anos 50. A partir daí, até a década de 70, o Guarda Civil era mencionado em eventos relacionados no pugilismo. A última nota encontrada foi no início dos anos 80. A partir daí nada mais foi encontrado.

Algumas formações:

Time base de 1941: Luchesi; Orestes e Antoninho (Ambrosio); Medina, Navarro e Carlito; Luiz, Carrara, Jaime, Almirat e Alves.

Time base de 1942: Lazaro; Orestes e Antoninho; Medina, Navarro e Carlito; Mainardi, Carrara, Jaime, Almirat e Alves.

Time base de 1955: Abílio (Veludo); Silva (Piquini) e Juba (Carlos Gomes); Rubens, Alaor e Carmo; Gomes (Gazeta), Wilson (Moreno), Gonçalo, Miro e Carlito.

Time base de 1956: Julio; Negrinho (Pacco) e Bino (Carlos Gomes); Silva (Amadeu), Juba (Maurinho) e Carmo (Gazeta); Tulão (José), Gilberto (Lima), Gonçalo (Brandão), Miro (Rosa) e Carlito (Doze).

Time base de 1957: Julio (Spineli); Negrinho (Valdomiro) e Bino (Carlos Gomes); Mineiro (Silva), Juba e Carmo; Gazeta (Pila), Lima, Gonçalo (Novo), Miro e Carlito.

Desenho, uniforme e texto: Sérgio Mello

FOTOS: Acervo da Guarda Civil do Estado de São Paulo – Acervo de Marco Antonio Auricchio

FONTES: Correio Paulistano (SP) – A Gazeta Esportiva (SP)         

Este post foi publicado em 01. Sérgio Mello, Carências, Curiosidades, Escudos, Fotos Históricas, História do Futebol, São Paulo em por .

Sobre Sérgio Mello

Sou jornalista, desde 2000, formado pela FACHA. Trabalhei na Rádio Record; Jornal O Fluminense (Niterói-RJ) e Jornal dos Sports (JS), no Rio de Janeiro-RJ. No JS cobri o esporte amador, passando pelo futebol de base, Campeonatos da Terceira e Segunda Divisões, chegando a ser o setorista do América, dos quatro grandes do Rio, Seleção Brasileira. Cobri os Jogos Pan-Americanos do Rio 2007, Eliminatórias, entre outros. Também fui colunista no JS, tinha um Blog no JS. Sou Benemérito do Bonsucesso Futebol Clube. Também sou vetorizador, pesquisador e historiador do futebol brasileiro! E-mail para contato: sergiomellojornalismo@msn.com Facebook: https://www.facebook.com/SergioMello.RJ

2 pensou em “Associação Esportiva Guarda Civil de São Paulo (SP): Fundado em 1940, enfrentou o São Paulo F.C.

  1. Sérgio Mello Autor do post

    Verdade Fábio. Pesquisar pra mim é isso: aprender. Quando aprendo compartilho com vocês.
    Forte abraço

  2. Fábio Luiz de Miranda

    Quantas histórias que nem sabemos, sempre é bom aprender e conhecer um pouco essas belas histórias. Abraços a todos!
    Fábio Luiz de Miranda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.