Novo – Campo Grande (MS): faz um retoque no escudo e radicaliza no uniforme em 2017

A história do Novoperário Futebol Clube começou a ser contada em 11 de outubro de 2010, fruto da paixão de torcedores e entusiastas do futebol sul-mato-grossense, ansiosos por ver novamente o nosso esporte se destacando no cenário nacional.

A ideia de um clube novo foi sendo rapidamente disseminada entre os apaixonados pelo futebol, fazendo surgir um grupo sólido e disposto a transformar estes anseios em algo concreto. Os sócios-fundadores reuniram-se por diversas ocasiões, e após vários debates, o clube começou a tomar forma: foi escolhido o nome Novoperário Futebol Clube, assim como as cores que o simbolizam – preto, branco e dourado. Posteriormente, também foi definido o escudo, com referências ao estado de Mato Grosso do Sul, à cidade de Campo Grande e às origens do clube.

No começo de 2011, já com toda a documentação regularizada, o Novoperário pôde iniciar suas atividades. Os diretores reuniram-se com empresários, representantes de outras entidades e potenciais parceiros, conseguindo apoio para dar os primeiros passos do clube.

Com pouco mais de um ano de existência, o NOFC tem vários motivos para celebrar. Sendo até pouco tempo atrás federado apenas como uma equipe amadora, o Galo é agora oficialmente um clube profissional, com registro na Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul e na Confederação Brasileira de Futebol, estando apto a disputar o Campeonato Estadual. Além disso, o Novoperário já possui um polo de categorias de base, estabeleceu o projeto Esporte é Vida (sediado no bairro das Moreninhas) e tem presença significativa na internet, através do site oficial e das diversas redes sociais.

Estes são apenas os primeiros passos da história do Novoperário Futebol Clube!

META

O Novoperário tem a inovação como princípio norteador– pensar diferente, fazer diferente. E para seguir neste caminho, é necessário agir de maneira distinta ao que é visto atualmente dentro do futebol.

Com isso em mente, surgiu o slogan “Novoperário: Paixão Antiga, Uma Nova Idéia!”, que simboliza o conceito do resgate da força e da tradição do futebol de Mato Grosso do Sul de maneira inovadora, sempre atuando com seriedade, responsabilidade, transparência e respeito aos outros clubes, entidades, patrocinadores e principalmente aos torcedores.

Temos certeza que trilhando este caminho, esta história do Novoperário Futebol Clube irá se tornar em breve uma grande história, dando ao clube destaque nos cenários estadual e nacional!

Em busca de identidade própria, Novo adota a cor verde nos uniformes

Conjunto titular será todo verde, enquanto que o reserva será verde e branco; ideia é desvincular imagem do Operário, clube que serviu de inspiração ao Novo

Torcedor do Novo, não se espante: o verde estará mais presente do que nunca no uniforme do clube a partir deste ano. O motivo é simples. Com o retorno do Operário à elite do futebol sul-mato-grossense em 2016, cada vez mais o Novo quer forjar uma identidade própria e totalmente desvinculada da imagem do clube que inspirou sua criação, há sete anos. Então, adeus preto e branco. O uniforme titular do Novo será 100% verde, enquanto que o reserva terá listras horizontais verdes sobre fundo branco.

Criador versus criatura: Operário-MS e Novoperário fazem confronto inédito

Uniforme titular do Novo (Foto: Divulgação/Novo)Uniforme titular do Novo (Foto: Divulgação/Novo)

Mas por que verde? A diretoria diz que pretende prestar uma homenagem ao Pantanal e à natureza exuberante de Mato Grosso do Sul. Além disso, a cor está presente na bandeira do Estado. Os novos conjuntos já estarão em ação na estreia do clube na Copa São Paulo, contra o Atlético-MG, nesta terça-feira.

O nome oficial do clube, aquele que serve para preencher a papelada burocrática, permanece inalterado: Novoperário Futebol Clube. Mas na boca do povo, é Novo mesmo. O escudo passou por uma adaptação, e no lugar da palavra Novoperário, entra Campo Grande-MS. A diretoria de marketing do clube também investe na criação de novos elementos, como um mascote.

 

FONTES: Site do clube – GloboEsporte.Com

FOTO: Noé Faria/FFMS

Este post foi publicado em 01. Sérgio Mello, 06. Rodrigo Oliveira, Curiosidades, Escudos, História do Futebol, Mato Grosso do Sul em por .

Sobre Sérgio Mello

Sou jornalista, desde 2000, formado pela FACHA. Trabalhei na Rádio Record; Jornal O Fluminense (Niterói-RJ) e Jornal dos Sports (JS), no Rio de Janeiro-RJ. No JS cobri o esporte amador, passando pelo futebol de base, Campeonatos da Terceira e Segunda Divisões, chegando a ser o setorista do América, dos quatro grandes do Rio, Seleção Brasileira. Cobri os Jogos Pan-Americanos do Rio 2007, Eliminatórias, entre outros. Também fui colunista no JS, tinha um Blog no JS. Sou Benemérito do Bonsucesso Futebol Clube. Também sou vetorizador, pesquisador e historiador do futebol brasileiro! E-mail para contato: sergiomellojornalismo@msn.com Facebook: https://www.facebook.com/SergioMello.RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *