Arquivo da categoria: 32. Douglas Marcelo Rambor

Olaria Futebol Clube – Novo Hamburgo (RS): Escudo de 1955

O Olaria Futebol Clube é uma agremiação da cidade de Novo Hamburgo (RS). Fundado na segunda-feira, do dia 11 de Outubro de 1948, teve como 1ª Sede a Rua Onófre Pires, 112 – Bairro Ouro Branco. Atualmente, a sua Sede fica na Rua João Correa, 64 – Vila Kroeff, no Bairro Santo Afonso, em Novo Hamburgo. O Olaria foi Bicampeão do 3º Categoria do Diretório da Cidade de 1955. O clube disputou o Campeonato Gaúcho da 3ª Divisão.

 

FONTES: Blog Times do RS – Arquivo da F.G.F. (Federação Gaúcha de Futebol)

 

Clube Esportivo Juventude – Garibaldi (RS): Fundado em 1944

O Clube Esportivo Juventude é uma agremiação da cidade de Garibaldi (RS). O clube tricolor (nas cores verde, branco e vermelho) foi Fundado na sexta-feira, do dia 24 de Fevereiro de 1944. A sua Sede própria na Avenida Presidente Vargas, 404, no Centro da cidade. O principal título aconteceu no ano de 1965, quando se sagrou campeão do Campeonato Gaúcho de Amadores, da Série Azul.


 FONTES:http://galeriadoscampeoes.xpg.uol.com.br/ – Times do RS – Sérgio Zarro – Arquivo da F.G.F. (Federação Gaúcha de Futebol)

 

Esporte Clube Cruzeiro do Sul – Jaguarão (RS): Fundado em 1924

Sport Club Cruzeiro do Sul

O Esporte Clube Cruzeiro do Sul foi uma agremiação do município de Jaguarão (RS). O Tricolor (verde, amarelo e vermelho) foi Fundado no dia 27 de Abril de 1924, como Sport Club Cruzeiro do Sul, na Rua Aquidabã pela boa vontade e esforço dos Srs. Cristovão Neves, João Correia da Silva, Pedro Correia da Silva, Dorval Knorr, Marçal Dias, Valter Jardim, Nésio Miranda, João Nunes Filho, Rubens Gerundo e Tomaz Miere.

Teve como iniciadores, formando a 1ª Diretoria, as seguintes pessoas:

Presidente – Lourival Tavares Leite;

Vice-presidente – Venceslau Garcia;

1º Secretário – Gabriel E. Correia;

2º Secretário – João Miranda;

Tesoureiro e Capitão geral – Cristovão de Almeida Neves;

Capitão de Quadro – Rubens Gerundo;

Orador – Luiz Dorval Lopes;

Guarda-desporte – Nepomuceno Larrosa.

Conselho consultivo presidente – Rosalino Lopes de Moura;

Relator – João Nunes Filho.

Presidindo a primeira diretoria provisória do Cruzeiro, deixou desde logo patenteado o seu grande interesse como responsável dos destinos do mesmo o incansável desportista Cristovão Almeida Neves, tendo mesmo depois de entregado a direção, se interessado e trabalhado com afinco destacado, merecendo-lhe agora a recompensa de ter sido aclamado sócio benemérito por grande número dos denodados cruzeiristas, que testemunharam assim um ato de inteira justiça aos seus serviços sempre empregados com interesse pelo bom nome do Cruzeiro.

INAUGURAÇÂO DO ESTÁDIO

Quando em 1927 inaugurou-se sob a responsabilidade do Sr. Claudino Neves, o seu campo de futebol, outro esforçado desportista da velha guarda do Cruzeiro, que tudo tem feito e se empenhado pelo brilho da existência de tão útil como simpática agremiação, ainda Cristovão Neves, secundando o seu parente e consócio não mediu sacrifícios, ora contribuindo com parcelas, ora trabalhando ele próprio com outros entusiastas elementos do alinhamento e marcação do campo.

Vem depois Lourival Tavares Leite, primeiro presidente eleito por grande maioria que, dirigindo de maneira admirável o futuro do Cruzeiro, demonstrou muito tino e capacidade no espinhoso cargo, procurando por todos os meios solucionar os problemas intrínsecos desde que os mesmos se movessem de acordo com a recomendação valorosa do clube da camisa tricolor. Merece portanto nossos aplausos o correto desportista que é, sem dúvida, Lourival Leite.

Seguindo os seus antecessores, não se tem descuido pelos destinos do glorioso Cruzeiro, Felipe Giozza, que há pouco deixou o cargo, entregando a Valter da Rocha Passos, conceituado cavalheiro e comerciante desta praça. Felipe Giozza foi incansável e um sincero amigo dos seus consócios.

Empregando como os demais o tempo em bem salvaguardar os interesses do clube, ele tem sido sempre o reparador para que nada falte de necessário nos dias de grande partida, tornando-a, por isso, esplendente a grandes elogios.

Haja vista quando foi da partida internacional realizada a 28 de outubro entre uruguaios da cidade de Vergara e o Cruzeiro, ficou maravilhosamente acertado um pacto admirável de camaradagem desportiva, graças ao empenho e boa vontade que empregou desde a recepção até o final das festas, das quais ficaram radiantemente demonstrada a educação e lealdade que possui Giozza.

Pelo Cruzeiro tem trabalhado um pugilo de homens dedicados, destacando-se tudo que diz respeito à glória da vida desportiva de Jaguarão: Luiz Dorval Lopes, orador; Rubens Gerundo, Tomaz Miere, Antônio Pinto Ribeiro, Alcides Moraes, Peri Moreira, Plínio Gomes, Julio Proença, Alcides Palma Pereira, irmãos Alcindo e João Amaro, José Pinto de Carvalho, Orestes Bezerra, Pedro Correia Silva e outros muitos que aparecem no plano onde figura a lista dos que se interessam do pujante e glorioso campeão.

O primeiro desses foi agraciado com o título de sócio honorário, estimulando assim os grandes e inestimáveis serviços prestados àquele. (Publicado no Diário de Notícias, em 24 de maio de 1934, cuja edição consta do acervo do senhor Carlos Alberto Machado Neves, filho do saudoso craque cruzeirista Alberto Neves).

O Cruzeiro do Sul participou do Campeonato Gaúcho quatro vezes, pela Zona do Litoral: em 1934, 1937, 1938 e 1939. Em 1961, se sagrou campeão do Campeonato Gaúcho  amador. Fundiu-se com o Clube Jaguarense dando origem à Associação Cruzeiro Jaguarense.

Cruzeiro do Sul Bicampeão Citadino em 1959 e 1960

 

FONTES & FOTOS: Filatélica Zeppelin – Museu Virtual do Futebol

Vasco da Gama Football Club – Rio Grande (RS): Existiu entre 1948 a 1949

O Vasco da Gama Football Club foi uma agremiação da cidade do Rio Grande (RS). Fundado no 1° de julho de 1918, por um grupo de denotados desportistas que batizou o time por  Foot-Ball Club General Osório, cujo sua alcunha era: ‘Jaqueta Branco-Encarnada’ (mais informações na publicação do dia 23/08/2012: https://historiadofutebol.com/blog/?p=39564).

Em 1931, se fundiu com o Grêmio Athletico Militar dando origem ao formando o Grêmio Athletico Militar General Ozorio (verde, amarelo, azul e branco) manteve este nome ate 1940. Em 1941, o clube muda de nome para aproximar se da classe ferroviária passando a se chamar Grêmio Ferroviário General Ozorio, onde manteve essa nomenclatura até 1948.

Em 1945 a Liga Rio Grandense de Futebol (LRGF), rebaixou o Grêmio Ferroviário General Ozorio, assim como o América Athletico Club (ex F.B.C. Americano). O futebol gaúcho havia se profissionalizado e a cidade de Rio Grande comportava três times grandes e não havia mais espaço para os pequenos.

Além disso, havia subido de categoria o G.S Brasil (1943-1946), de propriedade da Cia. Swift de carne e enlatados, time conhecido como os ‘Milionários da Carne’. A empresa injetou muito dinheiro nos primeiros anos de atividade do Brasil.

Voltando ao Grêmio Ferroviário General Ozorio, o clube estava na Segundona em 1946, quando o G.S Brasil se extinguiu e no ano seguinte retornou, porém agora com uma nova nomenclatura: Grêmio General Ozorio (preto e amarelo) pertencendo agora a brigada militar (Policia Militar do Rio Grande do Sul).

Em 1948, por um breve período até 1949, co o intuito de se aproximar da colônia portuguesa o clube muda de nome para Vasco da Gama Football Club (verde e vermelho) e por ultimo volta a seu nome anterior Grêmio Esportivo General Ozorio (amarelo e preto) disputa ainda o citadino da 1ª Divisão sempre levando estrondosas goleadas quando fecha as portas em 1952.

P.S.: G.S. Brasil (da Cia. Swift) fechou as portas em 1946, pois apesar da grande ajuda em dinheiro nos anos de 1943 e 44, em 1945 a ajuda caiu drasticamente e em 1946 piorou, culminando com a sua extinção.

FONTES: Jornal O Tempo (Rio Grande) – Jornal Agora (Rio Grande) – Livro “Um Século de Futebol Popular”, do autor Willy Cesar 

Grêmio Esportivo Florestal – Porto Alegre (RS): Fundado em 1937

O Grêmio Esportivo Florestal foi uma agremiação da cidade de Porto Alegre (RS). Fundado no dia 30 de Novembro de 1937, adotando as cores azul, preto e branco. A sua Sede ficava localizada na Ruas Paes de Andrade, nº 50, no Bairro Menino de Deus, na capital porto-alegrense.

Cinco anos depois, o Florestal se filiou a Federação Rio-Grandense de Futebol (FRGF), onde participou de diversos Campeonatos Citadinos, como por exemplo, em 1957, 1958, 1959, 1960 (ano este que o clube se sagrou campeão Porto-Alegrense da Segunda Divisão). Abaixo, a foto do time posado do a no de 1954.

FONTE: Arquivo Pessoal de Douglas Marcelo Rambor

Esporte Clube Rio Branco – Estrela (RS): Escudo dos anos 60

Esporte Clube Rio Branco é uma agremiação do Município de Estrela (RS). A sua Sede fica localizada na Rua Arthur Preussler, 172, no CentroA equipe alvirrubra foi Fundado no dia 17 de Abril de 1947, com o nome Sport Clube Rio Branco, e registrado no Cartório de Estrela, em 22 de abril de 1950. Seu primeiro presidente foi Max Henrique Erichsen.

A fundação realizou-se na antiga Casa Comercial de Leopoldo Beckmann, na Avenida Rio Branco, 1149, que servia de sede para as reuniões. O objetivo era proporcionar a difusão do civismo e da cultura física, principalmente o futebol amador. O campo de futebol era alugado do proprietário Albino Leonhart, e ficava onde atualmente funciona uma fábrica de calçados. Todo o serviço de organização do clube era feito pelos sócios aos sábados e domingos.

Em 7 de setembro de 1947 o Esporte Clube Rio Branco conquistou a Taça Prefeito Municipal de Estrela em 20 de fevereiro de 1951faturou a Taça Tanac. Na década de 50, o clube alterou o nome para Sociedade Rio Branco.

 

FONTES: Blog Times do Rio Grande do Sul – Airton Engster dos Santos (Pesquisa e texto)

Esporte Clube Novo Hamburgo – Novo Hamburgo (RS): Modelo de escudo e uniforme de 1939

O Esporte Clube Novo Hamburgo é uma agremiação da cidade de Novo Hamburgo (RS). Fundado no dia 1º de Maio de 1911, tem a sua Sede na Rua Santa Tereza, 420, no Bairro da Liberdade, em Novo Hamburgo. O clube manda os seus jogos no Estádio do Vale, com Capacidade para 15.178 pessoas.

Títulos

Estaduais
Competição Títulos Temporadas
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Copa FGF 2 2005 e 2013
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Campeonato do Interior Gaúcho 7 1942*, 1947*, 1949*, 1950*, 1952*, 1972 e 1980
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Campeonato Gaúcho – Segunda Divisão 2 1996 e 2000
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Copa Emídio Perondi 1 2005
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Campeonato da Região Metropolitana 2 2013 e 2014
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Campeão dos 4 Grandes do RS 1 1952*
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Copa ACEG (Associação dos Cronistas Esportivos Gaúchos) 1 1980*
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Torneio Serra/Sul 1 1982 e 1984
Municipais
Competição Títulos Temporadas
Porto Alegre (RS) - Brasao.png Campeonato Citadino de Porto Alegre [1] 1 1937
Campanhas em destaque
Competição Colocação Temporadas
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Campeonato Gaúcho Vice-campeão 1942*, 1947*, 1949*, 1950* e 1952*
Bandeira do Rio Grande do Sul.svg Copa Governador do Estado Vice-campeão 1970 e 1987

* Como Esporte Clube Floriano.

Outras conquistas

  • Rio Grande do Sul Seletiva do Campeonato Brasileiro da Série B: 1984

FONTES: Site e página do Clube no Facebook – Wikipédia 

Sport Club Juventude – Caxias do Sul (RS): Escudo de 1949

O Esporte Clube Juventude é uma agremiação da cidade de Caxias do Sul (RS). O ‘Juve’ foi Fundado no dia 29 de Junho de 1913. A sua Sede fica na Rua Hercules Galló, 1.547, no Centro de Caxias do Sul. O time ‘Alviverde’ manda os seus jogos no Estádio Alfredo Jaconi, com capacidade para 23.726 pessoas. Atualmente, disputa o Campeonato Brasileiro da Série C.

Em nível nacional, o Juventude foi o primeiro e único clube do interior do Rio Grande do Sul a conquistar a Copa do Brasil, em 1999. Também obteve o título do Campeonato Brasileiro da Série B de 1994. Foi campeão do Campeonato Gaúcho de 1998.

Foi ainda, o primeiro e único clube do interior do Rio Grande do Sul a disputar a Libertadores da América, no ano 2000. Seu principal rival é o Caxias, com o qual disputa o clássico Ca-Ju, o segundo maior clássico do Rio Grande do Sul.

FONTE: Site do clube