Taça de Prata de 1983 (ficha-técnica): Uberaba S.C. (MG) 2 x 0 Bonsucesso (RJ)

A ‘ducha de água fria’ que foi a derrota para o Guarani ainda não tinha sido bem digerida pelo Bonsucesso. E, ironicamente, na penúltima rodada, do Grupo E, da Taça de Prata diante do Uberaba, fora casa, choveu demais, deixando o estado do gramado ruim.

Além do campo, o Bonsucesso não esteve bem. E para piorar o árbitro gaúcho marcou um pênalti duvidoso, convertido pelo adversário. Na segunda etapa, precisando atacar acabou oferecendo o contra-ataque. Resultado foi que o Uberaba aproveitou um e liquidou a fatura.

UBERABA S.C. (MG)

2

X

0

BONSUCESSO F.C.

LOCAL:

Estádio Municipal Engenheiro João Guido, ‘Uberabão‘, em Uberaba (MG)

CARÁTER:

4ª rodada do Grupo E – Taça de Prata de 1983

DATA:

Sábado, do dia 05 de Fevereiro de 1983

RENDA:

Cr$ 1.652.000,00

PÚBLICO:

3.304 pagantes

ÁRBITRO:

José Mocelim (CBF/RS)

UBERABA (MG):

Diron;Joel, Gilvã, Válter Lobão e Aldeir; Joãozinho, celso Sá e Toinzinho; Simões (Edvaldo), Nei (Edson Luís) e Eriel.Técnico:Milton Buzetto

BONSUCESSO F.C.:

Jurandir; Jaime, Osmar, Toninho e Denílson; Wilson, Edson e Carlos Alberto; Maurício,Jorginho e Vasconcellos. Técnico: Brito

GOLS:

Joãozinho, de pênalti, aos 11 minutos (Uberaba); no 1º Tempo. Eriel aos 30 minutos (Uberaba); no 2º Tempo.

FONTE: Revista Placar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *