CBF muda Serie D em 2013

A Serie D encerrou no último domingo, e o Sampaio Corrêa-MA garantiu o título de Campeão Brasileiro  da Série D depois de vencer o Crac-GO, por 2 a 0 . Porém, o time maranhense pode ser o último campeão no formato atual de disputa. O  diretor de competições da CBF, Virgílio Elísio, confirmou algumas mudanças na fórmula de disputa para 2013.

A primeira mudança  confirmada foi na quantidade de clubes participantes. A competição passará a ser disputada por 32 clubes ao invés de 40. A intenção é se aproximar cada vez mais da formula de disputa utilizada pela Série C, ou seja 2 chaves de 10, mais as dificuldades enfrentada pelos clubes é a longa distância percorrida entre os estados. Ficou definida que os 32 times serão divididos em 4 chaves com 8 clubes, separados por região.

Cada estado poderá enviar um representante (27) mais os rebaixados da Série C (4) e o Cianorte-PR, quinto colocado na Série D deste ano completa a disputa.

 As equipes jogarão em turno e returno, com os dois primeiros avançando à segunda fase, que será disputada no sistema de mata-mata até que seja definidos os classificados à Série C.

A quarta divisão foi disputada pela primeira vez em 2009, onde 40 clubes foram divididos em 10 grupos, onde os dois melhores de cada grupo se classificavam para a fase de mata-matas. Essa fórmula foi mantida em 2010. Em 2011 e 2012 os 40 clubes foram distribuídos em 8 grupos, classificando os dois melhores de cada grupo.

Agora, com a redução de clubes a disputada de vagas será mais acirrada entre os estados. Mas, tres clubes já deixaram essa briga e garantiram a vaga na Série D de 2013. O Nacional-AM, o Gurupi-TO e o Águia Negra-MS estão garantidos no torneio já que venceram torneios este ano em seus estados que garantiam esta vaga.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *