Torino Futebol Clube – Caxias do Sul (RS)

O Torino Futebol Clube é uma agremiação da cidade de Caxias do Sul (RS). O clube foi Fundado no dia 14 de abril de 1949, em uma 4ª feira a noite, em uma oficina mecânica – oficina do Poly – localizada na Rua Coronel Flores quase esquina com a Av. Júlio de Castilhos. 

O Torino foi inspirado no Torino de Turim (Itália), um dos maiores clubes do mundo, na década de 40, e base da Seleção Italiana e que era conhecido como “LA MAGNIFICA SQUADRA GRANATT”, na tradução como sendo “O MAGNÍFICO ESQUADRÃO GRENÁ”. 

Um nome marcado
Um fato trágico marcou o clube italiano, 19 dias depois da fundação do homônimo brasileiro. No dia 04 de maio de 1949, a delegação sofreu um acidente de avião quando retornava de Portugal (Lisboa), onde tinha jogado e vencido, em um amistoso, o Benfica.

O avião acabou caindo, chocando-se com uma torre da catedral da Basílica de Supperga, na Itália, vitimando toda a delegação. Foi uma das maiores tragédias da história do futebol mundial.
 
Como o Torino liderava o campeonato nacional, em busca do quinto scudetto, os adversários se propuseram a entregar o título, o que não foi aceito. Com uma equipe de reservas e juvenis, o TORINO disputou os jogos restantes e ganhou o campeonato dentro do campo.

História 
Foram 13 os fundadores do Torino caxiense, integrantes quase todos de duas famílias: a família Pretto e a família Oliveira. Todos já nos deixaram (falecidos), com exceção dos srs. Adão Pretto e Pedro José Pretto. 

 
Como curiosidade, o verde foi a cor predominante na nova agremiação, ao contrário do grená que prevalecia na camisa do clube de Turim. Esse fato deu-se pelo motivo de que a maioria dos fundadores era do EC Juventude, rival, na época, do Grêmio Esportivo Flamengo, este sim grená.
 
A família Oliveira e outros fundadores representavam os torcedores da Rua Herculés Galo. Em menor número estava a família Preto e demais fundadores que representavam os torcedores do GE Flamengo (hoje Ser Caxias). Adicionado a este fato a retórica do maior orador do grupo, o sr. Moacyr Araújo, alviverde, foi decisiva para a escolha das cores. Nisso, a história é unânime e assim ficou. 
O Torino nasceu em 1949 como equipe de futebol de campo, e nessa modalidade atuou regularmente até 1963. Os primeiros jogos ocorreram no campo onde hoje localiza-se o jornal Pioneiro, na Rua Jacob Luchese. Pertencia a Santa Lúcia da Nona Légua. Com o decorrer do tempo foi construído 2 (dois) vestiários e a copa.
Quanto aos títulos conquistados, vale lembrar alguns campeonatos com nomes pitorescos mas que na época representavam o máximo das competições. Lembrar competições como: Campeão da Cidade, Campeão da Festa da Uva, Torneio Confraternização, Campeão Torneio Extra, Campeão Torneio Início, Campeão Regional.
O Torino foi pioneiro, antes mesmo das equipes profissionais de futebol (Grêmio Esportivo Flamengo e Esporte Clube Juventude), a colocar a numeração atrás das camisas dos jogadores.
No futebol de salão, hoje futsal, participou ativamente deste 1958, intercalando diversos períodos de licenciamento. 
Foi destaque no pingue-pongue e no vôlei (masculino e feminino), participando também no basquete e no ciclismo.
No pingue-pongue, os jogadores do TORINO aterrorizavam com as raquetas, nos torneios disputados contra o La Salle, Pombal e Az de Ouro.
No vôlei, atuou na década de 50. Já no final da década de 80 formou uma equipe feminina que brilhou a nível local e estadual.
No futebol Sete, na grama e na areia, iniciou suas atividades em 1987, onde perdura até hoje, com participações memoráveis a nível nacional e estadual.

Projeção\Títulos
A história do salonismo em nossa cidade confunde-se com a do TORINO.
O TORINO foi o clube que mais se destacou na fase amadorista do futebol de salão. Foi o clube que mais vezes ganhou títulos citadinos de nossa cidade. 
Vale lembrar as quadras onde o Torino atuava:
– As quadras abertas de piso de areia batida: na cancha da Brigada Militar (hoje ed. Aplub), em São Pelegrino;
– As quadras abertas de piso de cimento: na faculdade de economia (no centro), no Colégio La Salle, no pátio do Colégio do Carmo e no abrigo de menores São José, atual Colégio Paulo VI;
– As quadras com piso de parquet: iniciou-se a jogar a partir de 1970 em piso de parquet, primeiramente no Colégio Cristóvão de Mendoza. Logo em seguida, pelo ano de 1973 no Colégio Carmo e logo em seguida no Ginásio Pedro Carneiro Pereira. 
Na era amadorista, foi nove vezes campeão da cidade. Foi 6 (seis) vezes campeão regional, vice-campeão estadual em Pelotas em 1965 e terceiro em 1962 e 1967. Sem contar os inúmeros títulos de torneios municipais, regionais e estaduais. 
Boa parte dos títulos foi conquistado de forma invicta. 
O Futsal foi, sem dúvida alguma, o esporte que mais projetou o TORINO a nível estadual. Foi no TORINO que os primeiros jogadores de futebol de salão foram transferidos para outra agremiação, como Peto e Carlota em 1963, para o Brasil de Pelotas.
Foi o primeiro clube caxiense a trazer grandes times do salonismo para Caxias do Sul. Trouxe na época o Cruzeiro mineiro, Campeão Brasileiro. Na oportunidade o Torino venceu por 3 x 1. 
Em 1975, nas comemorações da inauguração do Ginásio Pedro Carneiro Pereira, no Parque dos Macaquinhos, trouxe pela primeira vez ao Estado, a Seleção Brasileira de Futsal. 
Pode-se dizer que houve duas épocas no salonismo em Caxias do Sul. A primeira amadora, onde o TORINO sobrepujava-se na cidade e a nível estadual e, a segunda, com a Enxuta, onde o profissionalismo tomou conta. 
No futsal retornou em 2006, sempre disputando os primeiros lugares da Divisão Principal de Caxias (Campeonato Municipal). Mesmo assim, com anos de licenciamento, ainda é o MAIOR CAMPEÃO DO FUTSAL da cidade. Não há clube amador que tenha mais títulos de Futsal.
A era Enxuta originou-se de todo o grupo do Torino. Por dois anos a AA Triches (depois Enxuta), contratou toda a equipe e comissão técnica do Torino. A partir do ex grupo do Torino, tornou-se multicampeã brasileira. 
No Futebol Sete/society o TORINO é um dos pioneiros dessa modalidade. Participa desde 1987, primeiramente na areia e após na grama. Várias vezes campeão estadual é o representante oficial da cidade de Caxias do Sul, através do FUNDEL, a nível estadual. Após o seu retorno no Futebol 7 em 2007, já conquistou o Vice-Campeonato Estadual de forma invictas (2007), Campeão Estadual de 2008 e é o atual BICampeão da RECOPA GAÚCHA (Copa dos Clubes Campeões – 2010 e 2011).

Atualidade\Missão
Hoje, tanto no Futsal quanto no Futebol Sete\Society o Torino continua a participar de competições locais e estaduais. 
A missão do Torino no esporte amador não significa necessariamente desenvolver uma etapa para a vida profissional, mais do que isto é desenvolver uma etapa para a vida.

 
FONTE: Site do Clube (http://torinofc.blogspot.com.br/)
Este post foi publicado em 01. Sérgio Mello, 12. Rosélio Basei, Escudos, Futebol Amador / Varzeano, Rio Grande do Sul em por .

Sobre Sérgio Mello

Sou jornalista, desde 2000, formado pela FACHA. Trabalhei na Rádio Record; Jornal O Fluminense (Niterói-RJ) e Jornal dos Sports (JS), no Rio de Janeiro-RJ. No JS cobri o esporte amador, passando pelo futebol de base, Campeonatos da Terceira e Segunda Divisões, chegando a ser o setorista do América, dos quatro grandes do Rio, Seleção Brasileira. Cobri os Jogos Pan-Americanos do Rio 2007, Eliminatórias, entre outros. Também fui colunista no JS, tinha um Blog no JS. Sou Benemérito do Bonsucesso Futebol Clube. Também sou vetorizador, pesquisador e historiador do futebol brasileiro! E-mail para contato: sergiomellojornalismo@msn.com Facebook: https://www.facebook.com/SergioMello.RJ

1 pensou em “Torino Futebol Clube – Caxias do Sul (RS)

  1. João Nilton Cruz

    A quadra de parque, em Caxias, do surgiu em 1961, quando foi inaugurado o colégio Cristóvão de Mendoza. Fui aluno lá. Meu pai era pintor e trabalhou lá, na construção do Colégio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *