3 pensou em “Foto Histórica – Clube Atlético Votorantim (Votorantim – SP) – 1946

  1. Jesse James dos Santos

    Júlio Molineiro, grande goleiro foi ídolo do goleiro Hélio de Godói que foi super-campeão carioca pelo Vasco, Júlio faleceu em 1950, após uma brica com o responsável pela carrocinha de cachorros e foi morto junto com o irmão; Bilau um grande marcador veio de Tatuí para firmar como um dos ídolos deste grande time; Orlandinho, craque que iniciou na base sorocabana e no FM – Funcionários Municipais, teve anos de glória no Votorantim e chegou a ir para a capital disputar o campeonato Paulista e também foi para o Paraná, mais faleceu pobre e em seu velório poucos compareceram; Moacir, foi um ponta esquerda de grande classe que defendia o SPR e veio a Votorantim, indicado pelo amigo Carlos Leite; Cilo Delossi, foi uma figura de Votorantim, grande defensor ao lado de Dejaniro, adorava jogos e rinha de galo; Celso, pai do Djalma Duarte que jogou no Santos F. C., Celso como muitos se enganam não é da lendária família Ferreira que jogaram no Savoia, ele apenas casou com uma das filhas dos Ferreiras; Egon, Austriaco, filho do Bepe Alemão que foi jogador nos primordios do futebol defendendo os times do Germânia de Votorantim e do Internacional da Represa Itupararanga, antes de associar-se ao Savoia, Egon chegou a jogar ainda juvenil no Savoia ao lado de grande craques; Dejaniro, este sim é membro da lendária família Ferreira que ao lado dos Imparato fizeram a base do Savoia por anos, Dejaniro um homem gentil, educado e muito disciplinado, mesmo como zagueiro só teve uma expulsão ao chamar um juiz de ladrão, “de fato o juiz estava roubando o jogo”, foi uma das grandes memórias do futebol votorantinense ao lado do meu pai João dos Santos Júnior e que por este motivo posso hoje contar estas histórias que cresci ouvindo; Badih, veio da capital para firmar no time de operários votorantinense; Mickey o eterno meia esquerda que faleceu em Sorocaba aos 91 anos de idade, uma memória invejável e sempre foi profissional iniciando a carreira no Brittania de Sorocaba, depois Botafogo e mais tarde Scarpa, logo foi procurado por diversos clubes e aceitou ir para o C. A. Votorantim que pagava mais, fez testes no Corinthians Paulista e no Flamengo do Rio, mais não desejou ficar, após o fim do time profissional de Votorantim, Mickey foi para o Ituano onde virou ídolo e depois encerrou a carreira no São Bento de Sorocaba e tornou-se mais tarde técnico da equipe do azulão; Baianinho, iniciou no Estrada de Ferro Sorocabana e veio para o Votorantim, junto com outros craques do Estrada como Alfredinho e Teixeirinha.

  2. Jesse James dos Santos

    na foto: Júlio Molineiro, Bilau, Orlandinho, Moacir, Cilo Delossi, Celso, Egon, Dejaniro, Badih, Mickey e Baianinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *