Fênix Foot-ball Club de São Luís

fenix-fc0052

O Fênix Foot-ball Club surge já em um período de popularização do esporte bretão na capital maranhense. Isso tudo após domínio absoluto do FAC desde os idos de 1906 e, anos mais tarde, do Luso Brasileiro.

Segundo o principal jornal da época, “A Pacotilha” (que também foi o principal veículo de comunicação do FAC defendendo, por muito tempo, seus interesses), o Fênix F. C. foi fundado em 1918, juntamente com outros inúmeros clubes futebolísticos e associações desportivas que se multiplicavam, denotando o “engatinhar” da massificação e, consequentemente, do profissionalismo, e o “princípio do fim” do amadorismo relacionado a esse esporte em terras timbiras.

O Fênix surgiu como um clube de pequeno porte, provavelmente sem sede adequada e locatário de campos de outras equipes para o mando dos seus jogos. Como exemplo disso, um jogo entre FAC e Fênix foi assim descrito na imprensa: enquanto o FAC era chamado de “o veterano no foot-ball do Maranhão” ou o “grêmio milionário”, o Fênix era tido como “um clube pequeno, apesar de esforçado”.

É preciso entender que o  início da popularização do “foot-ball association” em São Luís foi fortemente influenciado pela figura de Gentil Silva (de pensamento contrário ao do elitista e conservador sportman Nhozinho Santos, que foi fundador do FAC) que, ao sair do FAC, acaba fundando o Onze Maranhense Foot-ball Club e induzindo o surgimento de outras agremiações, com a inclusão de atletas não mais obrigatoriamente pertencentes à elite local; peladeiros, funcionários das fábricas, pescadores, ambulantes. Além da participação de jogadores das mais diversas etnias.

O time do Fênix não fugiu à essa regra de massificação; boa parte do seu elenco era composto de afrodescendentes e foi com esse plantel miscigenado que o clube conquistou o Campeonato Maranhense de 1921, vencendo clubes tradicionais e protecionistas quanto ao “não amadorismo” e “miscigenação” no foot-ball local.

A partir do final da década de 10 e início da década de 20, o que se viu nos campos maranhenses foi o negro, o mestiço e o pobre ocupando cada vez mais espaço dentro do foot-ball…e ganhando respeito e admiração, dentro e fora das 4 linhas! As aclamadas seleções maranhenses de 1927 e 1928 eram já quase que compostas em sua totalidade por afrodescendentes, indivíduos estes que gozavam de grande prestígio em São Luís.

Quanto ao Fênix F. C., faltam mais dados para uma “biografia” definitiva do clube, a serem aqui acrescentados assim que necessário. O certo é que o aspecto multiracial do plantel permaneceu intacto até os dias da foto acima postada e, com certeza, continuou até o fim das atividades da saudosa agremiação, provavelmente no final dos anos 20 ou início dos anos 30.

Era o aparecimento do profissionalismo no foot-ball maranhense. E era um caminho sem volta…

FONTE:

Claunísio Amorim Carvalho. Terra, Grama e Paralelepípedos. Ed. Café e Lápis, 2009. São Luís.

8 pensou em “Fênix Foot-ball Club de São Luís

  1. Ramssés Silva Autor do post

    Amigo Ielo, trago notícias quentíssimas a respeito de uma de suas perguntas!

    Cobversei com o pesquisador Claunísio Amorim daqui de São Luís e ele me disse que as cores verdadeiras do Fênix, segundo as fontes da época são o PRETO e o AMARELO! Homólogo às lindíssimas cores do Peñarol do Uruguai! E não azul e branco, como divulgado por aí…e o escudo verdadeiro ele tem e vai me disponibilizar por e-mail estes dias; trata-se de uma mitológica “Fênix” inserida num escudo, tudo auri-negro! Depois eu faço os devidos complementos neste artigo, certo…

    abraços, Ramssés.

  2. Ramssés Silva Autor do post

    lelo:

    O livro ao qual vc se refere é o de Dejard Martins ou o de Claunísio Amorim (interrogação) Vou ver se consigo mais informações a respeito da cronologia do camp. maranhense e sobre o Onze do Norte. abçs

  3. Antonio Mario Ielo

    Ramssés,

    Muito obrigado pelas respostas.
    Mais um escudo foi indentificado como falso. Esta é mais uma função deste Blog.

    Vou aquardar com ansiedade seu artigo do FAC, pois também concordo que o artigo fica muito mais interessante com seu histórico.

    Quanto ao Onze do Norte FBC, ele está na lista de participante de 1923, publicado neste nosso blog. Já o Onze Maranhense FBC não aparece em nenhuma lista.

    Eu tomei conhecimento do Onze Maranhense FBC no livro sobre a história do futebol do Maranhão que consta na biblioteca de São Luis, e suas cores seriam azul e branco.

    Abs.

  4. Ramssés Silva Autor do post

    Caro amigo lelo:

    1. Qual as cores do Fenix FC? Vc pode confirmar se o escudo que está nos sites é verdadeiro (Azul e branco)?
    – Não posso te confirmar esta informação mas vou pesquisar, consultar o Claunísio Amorim, e ver se este escudo que aparece nos sites é o original do Fênix.

    2. O escudo do FAC que aparece nos sites é igual ao do São Paulo, mas o São Paulo é posterior ao FAC. Qual seria o verdadeiro escudo tricolor (preto, branco e vermelho) do FAC?
    – FALSO! Trata-se de um escudo falso! Eu tenho o verdadeiro distintivo do FAC (preto, branco e vermelho) e é bem diferente do escudo do São Paulo da Floresta. Depois posto pra vocês juntamente a mais um artigo; não gosto de postar somente as imagens por postar, sem nenhum texto.

    3. As cores do Onze Maranhense Foot-ball Club eram verde e branco? Vc teria o escudo de clube?
    – Não tenho essa informação e nem o escudo. Vou ver o que consigo nas minhas fontes.

    4. O Onze Maranhense FBC é o mesmo clube que o Onze do Norte FBC?
    – Não! O Onze é historicamente tido como uma dissidência do FAC em 1916 e era esse o seu nome. Seu campo ficava perto do atual Palácio dos Leões (tenho a foto do lugar) e, em nenhum momento, vi algo referindo-se ao Onze como Onze do Norte. Aliás, ainda nem tinha ouvido falar do Onze do Norte.

    5. O Onze Maranhense FBC chegou a participar do Campeonato Maranhense?
    – Creio que sim, mas ainda vou te confirmar isso, não tenho certeza. Nessa época inicial, muitas agremiações sumiam rapidamente, dando lugar ou aglutinando-se a outras, gerando novos nomes. Se não me engano, o 1º Maranhense foi disputado em 19 e existe uma grande possibilidade do Onze ter participado. Mas vou pesquisar e ver o que acho…

  5. Antonio Mario Ielo

    Ramssés,
    Parabéns pelos artigos sobre a história do Maranhão.

    Tenho algumas dúvidas:

    1. Qual as cores do Fenix FC? Vc pode confirmar se o escudo que está nos sites é verdadeiro (Azul e branco)?

    2. O escudo do FAC que aparece nos sites é igual ao do São Paulo, mas o São Paulo é posterior ao FAC. Qual seria o verdadeiro escudo tricolor (preto, branco e vermelho) do FAC?

    3. As cores do Onze Maranhense Foot-ball Club eram verde e branco? Vc teria o escudo de clube?

    4. O Onze Maranhense FBC é o mesmo clube que o Onze do Norte FBC?

    5. O Onze Maranhense FBC chegou a participar do Campeonato Maranhense?

    Abs.

  6. Andre Martins

    Obrigado cara,eu sempre quis saber sobre esse time.É que via o escudo do time na internet e achava que nao era possivel terem informações sobre o FAC enao sobre o Fenix,que era mais “atual”…

    enfim,despeço agradecendo e pedindo desculpas ao mesmo tempo..hheeh

  7. Ramssés Silva Autor do post

    A pedidos do André Martins, que tanto me cobrou informações sobre o Fênix. Espero que você e todos os outros membros ativos gostem do artigo…att, Ramssés Silva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *