Anos 40: Paulista Sport Club – São Carlos (SP): aportuguesou o nome, trocou de escudo e as cores

Paulista Esporte Clube era conhecido como Paulista de São Carlos, foi o pioneiro dos clubes de São Carlos e o segundo do interior paulista, fundado em 1 de setembro de 1903 pela sociedade são-carlense, com nome escolhido para homenagear o estado de São Paulo e a ferrovia; primeiramente para a pratica de hipismo e basquetebol e posteriormente futebol, com nome original de Paulista Sport Club, posteriormente incorporou alguns clubes, e acabou sendo incorporado pelo São Carlos Clube em 21 de março de 1951, que está localizado no centro norte da cidade de São Carlos.

HISTÓRIA

  • O clube foi fundado com o nome de “Paulista Sport Club”, era um clube muito “charmoso” e respeitado por toda a comunidade regional e paulista, foi um dos maiores clubes do interior durante várias décadas, possuía uma equipe de futebol que era temida em toda a região, e fazia frente aos grandes da capital, como quando recebia o Santos ou o Paulistano, por exemplo. Possuía estádio próprio, o Estádio Paulista que foi palco de grandes vitórias com seu temido “esquadrão”.
  • Nos primeiros anos de sua existência, por não haver competições organizadas na cidade, a atividade futebolística do Paulista se limitava a disputas internas entre os associados e esporádicos jogos amistosos contra outras equipes. Os primeiros rivais começaram a aparecer em 1904, como o “Sport Club Sãocarlense e a “Associação Atlética Sãocarlense”, posteriormente a partir de 1912 e 1914, quando surgiu o Ideal Club. No seu começo de confrontos com esses novos rivais, o clube utilizou o campo do “Derby Club” no atual bairro Hipódromo o chamado Estádio Derby Sãocarlense mais conhecido na época como Hipódromo Sãocarlense, onde também jogava o “Ideal Club”, clube que foi incorporado pelo Paulista em 1918.
  • Em 1922, o Paulista filia-se a (A.P.E.A.) Associação Paulista de Esportes Atléticos e passa a disputar o Campeonato Paulista do Interior, tendo como adversários Rio Claro, XV de Piracicaba, Comercial, Paulista de Araraquara, Palestra de São Carlos, entre outros. Muitos anos o Paulista foi o vencedor na sua região classificatória, e mandava seus jogos no Estádio Derby Sãocarlense.
  • Em 1926 mudou-se para instalações próprias em uma grande área ao lado do que é hoje a USP e o bairro Jardim Lutfalla. No local o Paulista construiu o seu campo, então chamado de Estádio do Paulista dentro do hipódromo do Derby Club, para oferecer mais condições de lazer aos associados e maior conforto aos atletas e à torcida, com a ajuda de toda a comunidade, inclusive com mão de obra voluntária de associados e ferroviários. Em 21 de março de 1926 o estádio foi inaugurado com a presença do Paulistano da capital, e o Paulistano venceu por 1 a 0, gol anotado por Seixas.
  • No começo dos anos 1940, incorporou o Ruy Barbosa Futebol Clube e toda sua estrutura.
  • Na década de 40, o clube aportuguesou o nome, mudando para Paulista Esporte Clube. Além dessa mudança, o clube manteve a cor branca, mas trocou a cor preta pelo azul marinho.
  • A partir de 1945, a direção do Paulista passou a ter problemas com a manutenção do estádio e do clube, o que foi crescendo ano a ano e culminou com sua incorporação pelo atual São Carlos Clube em 1951, portanto devido à retração econômica do pós-guerra, o clube se viu impossibilitado de reunir os recursos necessários para mantê-lo.
  • O clube disputou durante vários anos até a década de 1940 o Campeonato Paulista Amador que era um campeonato semiprofissional, e geralmente era o campeão da região classificatória.
  • Jogadores como ZuzaArmandinho e Clayton, jogaram também no Paulista Esporte Clube.
  • Em 21 de março de 1951 foi incorporado pelo São Carlos Clube, juntamente com toda a área onde está hoje instalado, em uma área de aproximadamente 135 mil m², mas deixou consignado que o São Carlos Clube terá que manter o nome do estádio como sendo estádio Paulista como homenagem ao clube.
  • Essa incorporação foi efetuada e efetivada, através de Lei Municipal nº 1.374 de 1951, onde se autorizou a permuta da área do estádio Rui Barbosa para a prefeitura que pertencia ao São Carlos Clube, com a área do Paulista EC que pertencia a prefeitura, onde atualmente está instalado o São Carlos Clube.

JOGOS MARCANTES

  • Em 4 de julho de 1915, recebeu no Hipódromo Sãocarlense em jogo amistoso contra o Corinthians, jogo vencido pelo Corinthians por 4-1.[1]
  • Em 15 de abril de 1917, jogo amistoso “Torneio Bronze” contra o Corinthians, jogo vencido pelo Corinthians por 3-1; houve conquista do “Troféu Bronze” oferecido pelo Sr. Celino Ambrósio ao Corinthians; jogo realizado no Hipódromo Sãocarlense.[2]
  • Em 25 de maio de 1919 recebeu no Hipódromo Sãocarlense a visita do Palestra Itália em jogo amistoso que o Palestra Itália venceu por 2 a 0; houve conquista do “Troféu Comércio de São Carlos” ao Palestra.
  • Na inauguração de seu estádio, o Estádio do Paulista, em 21 de março de 1926, realizou jogo amistoso com o Paulistano no qual foi derrotado por 1 a 0, gol anotado por Nondas ou Seixas. Nesse jogo o Paulistano era formado pelos seguintes jogadores: Nestor, Clodoaldo, Barthô; Abate, Nondas, Villela; Filó, Roque, Arthur Friedenreich, Seixas e Castro I.[3]
    • Juiz: Mariano Procópio (vice-presidente do Paulistano)
    • Gols: Nondas ou Seixas (1)
    • Paulista(SC): Milburgues, Milori e Corisco; Schuracchio, Branco e Max; Mario, Armandinho, Alberto, Julio e Romeu
    • Paulistano(SP): Nestor, Clodoaldo e Barthô; Abate, Nondas e Villela; Daltro (Castro I), Seixas, Friedenreich, Roque e Filó
  • Em 1 de janeiro de 1921 – Uberaba 4×1 Paulista (em Uberaba), jogo amistoso nacional realizado em Uberaba. Nesse jogo a ficha técnica foi a seguinte:
    • Juiz: Antonio Meira
    • Gols: Walfredo (2), Walter e Kiki / Aldonis
    • Uberaba(MG): Rodarte; Walfredo e Kiki; Gonçalo, Maciel e Walter; Badu, Garcez, Miguel, Bueno e Pino
    • Paulista(SP): Franguinho; Max e Zocco; Fritz, Altino e Capoburgues; Cazuza, Pozum, Mimi, Jevel e Aldonis

 

Jogos de campeonatos e títulos

Campeonato Paulista Amador do Interior de Futebol – 1923

  • Eliminado – (Campeão final foi o Rio Branco)

Torneio Martins Pimenta – 1925

  • 8 de fevereiro de 1925 – XV de Jaú 4×2 Paulista (em Jaú-estádio 7 de setembro)

Campeonato Paulista Amador do Interior de Futebol – 1925

Torneio Cruz Azul – 1927

Campeonato Amador de São Carlos – 1931

  • Resultado da competição entre: São Carlos FC, EC Corinthians Sancarlense, Democrata FC e Flor de Maio FC
    • Campeão invicto no time principal e campeão no 2º quadro[5]

Campeonato Regional – 1933

Campeonato Paulista Amador do Interior de Futebol – 1942 (22ª região)

  • Campeão da 22ª região
  • Segunda fase – campeão da 3ª região x campeão da 22ª região

Campeonato Paulista Amador do Interior de Futebol – 1944

  • Resultado
    • 3 de setembro de 1944 – Paulista 3×0 AA Barra Bonita [6]
    • 10 de setembro de 1944 – AA Barra Bonita 2×1 Paulista
    • 17 de setembro de 1944 – Paulista 2×1 Descalvadense
    • 24 de setembro de 1044 – Descalvadense 3×1 Paulista

Campeonato Amador do Estado – 1946 (6ª região – 3ª zona)

  • Participantes:
    • São Paulo de Araraquara – classificado
    • Clube Atlético Farmácia e Odontologia (Araraquara)
    • Paulista de Araraquara – classificado
    • Comercial Futebol Clube (Araraquara)
    • Paulista Esporte Clube (São Carlos) – classificado
  • Participou fase seguinte contra o Clube Atlético Taquaritinga
    • 14 de julho de 1946 – Taquaritinga ?x? Paulista

Campeonato Amador do Estado – 1947 (setor 23 – 6ª zona)

  • Participantes:
    • Associação Atlética Pederneiras (Pederneiras)
    • Associação Atlética Mocoembu (Dois Córregos)
    • Clube Atlético Brotense (Brotas)
    • Paulista Esporte Clube (São Carlos)
    • Associação Atlética Barra Bonita (Barra Bonita)

Campeonato Amador de São Carlos

  • Campeão em 1931 (invicto), 1942, 1944, 1946 e 1947

 

Jogos amistosos

 

Futebol profissional

clube foi o pioneiro no futebol na região de São Carlos, onde disputou vários campeonatos. O clube que nasceu com o apoio dos funcionários da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, como vários outros clubes por onde a ferrovia chegava.

Plantel de jogadores lembrados

  • Julien Fauvel (*), Úlpio (*), Fia (*), Odracyr, Paulo Branco, Jaú, Cardoso, Celo, Guido, João do Biro, Nóca, Santo, Tião, Ricardinho, Pirilo, Ricardão, Corisco, Zuza, Zé Indio, Petroni, Brandãozinho, Ferrari, Albertinho Martins, Gervásio, e outros.

(*) Goleiro

 Presidentes e dirigentes

  • Dr. Teixeira de Barros
  • Aldo de Cresci
  • Carlos Hugo Dornfeld
  • Luiz Stevan de Siqueira Neto
  • Vicente Gagliardi
  • Juvenal Jacques
  • Arnaldo Gomes
  • Raul de Moraes
  • Germano Graeser
  • Gilberto Leão
  • Olivio Acaccio
  • Arlindo Sarmento
  • José Martins Dias
  • Douvidor Cunha
  • José dos Santos

 

FONTES:  Wikipédia – Almanaque Esportivo Olimpicus (4ª Edição) – Jornal de São Carlos, Cidade de São Carlos – 5 de novembro de 1917 – Jornal Estado de São Paulo – Jornal de Santos, A Tribuna – Arquivo do Santos Futebol Clube – Arquivo do Clube Atlético Paulistano – Revista Lance, Almanaque do Corinthians – Revista Lance, Almanaque do Palmeiras – Página oficial do São Carlos Clube – Rsssf Brasil

Este post foi publicado em 01. Sérgio Mello, 27. Braz Leme, Carências, Curiosidades, Escudos, História do Futebol, São Paulo em por .

Sobre Sérgio Mello

Sou jornalista, desde 2000, formado pela FACHA. Trabalhei na Rádio Record; Jornal O Fluminense (Niterói-RJ) e Jornal dos Sports (JS), no Rio de Janeiro-RJ. No JS cobri o esporte amador, passando pelo futebol de base, Campeonatos da Terceira e Segunda Divisões, chegando a ser o setorista do América, dos quatro grandes do Rio, Seleção Brasileira. Cobri os Jogos Pan-Americanos do Rio 2007, Eliminatórias, entre outros. Também fui colunista no JS, tinha um Blog no JS. Sou Benemérito do Bonsucesso Futebol Clube. Também sou vetorizador, pesquisador e historiador do futebol brasileiro! E-mail para contato: sergiomellojornalismo@msn.com Facebook: https://www.facebook.com/SergioMello.RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *