Ari Barroso, locutor esportivo flamenguista roxo

Por falar mal do Vasco da Gama, o locutor esportivo Ari Barroso, flamenguista roxo, foi impedido de transmitir um jogo Vasco x Flamengo, e….. justo ele não iria transmitir? Claro que sim, mesmo que fosse em cima de uma telhado próximo ao estádio de São Januário. Dizem que era o telhado de um galinheiro.

http://www.extra.ufjf.br/noticias/especiais/Ary/telhado.gif

A estréia da gaitinha aconteceu na transmissão do jogo Vasco x São Cristovão, que que o Vasco venceu por 7 x 1. Foram, portanto, oito apitos de gaita. O sucesso causou frenesi e aumentou com a escandalosa parcialidade do locutor: os gols do Flamengo eram comemorados com sopros mais longos que das outras equipes. 

Ari transmitia os jogos  desde o ano de 1936 pela Rádio  Cruzeiro do Sul no Rio de Janeiro, e mais tarde pela televisão   . 

Não era o cara mais indicado para ser locutor esportivo porque não era imparcial. Tinha predileção pelo C R Flamengo, e se enervava quando o seu time não ia bem, principalmente quando o jogo era contra  o seu mais temível adversário o Fluminense . Num determinado jogo entre esses dois times, quando  o Fluminense dava um calor no seu Flamengo, ele dizia: Lá vai o Telê,  meuDeus!

 Quando o Flamengo era atacado ele dizia mensagens do tipo:  “Ih, lá vem os inimigos. Eu não quero nem olhar.”

Mais uma de suas narrações: ” Falta na entrada da área contra o Flamengo. Barreira sendo fomada. Goleiro apreensivo. Ari não se continha: É uma falta perigosíssima contra o Flamengo. Eu não quero nem ver.!”

Alem de locutor esportivo foi, jornalista, produtor de espetáculos teatrais, compositor de música popular , animador de programas  de calouros de rádio e televisão, músico (era pianista) chefe de família e político. Foi ele, Ari Barroso, como vereador da cidade do Rio de Janeiro em 1948 fez o projeto legislativo  para a construção do estádio do Maracanã para a disputa do campeonato mundial de 1950.

Mario Lopomo, www. extra.ufif.br

 

2 pensou em “Ari Barroso, locutor esportivo flamenguista roxo

  1. Gilberto Maluf Autor do post

    Sergio ,peguei os grandes locutores do rádio, pois a TV estava ainda bem no começo. Logicamente eles abrilhantavam uma jogada de forma exagerada. Lembro-me de Edson Leite quando de uma defesa do goleiro do Brasil. Era assim…..Espaaaaaaaalma Gilmar, defesa es pe ta cu lar do goleiro brasileiro. As vezes era uma dfesa bonita apenas. Faz parte da era romântica do rádio. Nossas imaginações iam longe. Certamente o pessoal que veio depois, já com os jogos pela TV talvez não entendam. Chego a dizer que era mais emocionante, tínhamos que acreditar no narrador.
    Sinto não ter ouvido Jorge Curi, Waldir Amaral entre outros do Rio de Janeiro. Mas peguei os de São Paulo, Pedro Luiz, Fiori Gigliotti, etc.
    Na Copa de 1966 instalaram um telão eletrônico na Praça da Sé e um auto-falante. Conforme a jogada adentrava na defesa alheia, uma luz imitando uma bola também avançava. Isso era a tecnologia da época.
    Mas dessa eu não achei nenhuma graça. Mas a Praça da Sé ficava lotada.
    E quando nossos narradores, patriotas ao extremo, falava que nossa seleção estava sendo roubada? Muita vezes não era nada disso. E o narrador falava: esse juiz é um mal intencionado….rs
    abs

  2. Sergio Mello

    Gilberto, pergunta que não quer calar: O Eurico Miranda já era presidente do Vasco??? Rsrssrsrsr
    Brincadeiras à parte… Naquele tempo era uma gostosa atmosfera amadora!! Rs
    O engraçado é: apesar de poucas referências do rádio esportivo brasileiro daquela época tivemos em quantidade e qualidade radialistas brilhantes que transmitiam com uma paixão inigualável.
    Nos dias de hoje o que encontramos na Rádio? Basicamente um estilo daquele tempo que se repete até hoje. Contudo, nem todos copiam com o mesmo brilhantismo de outrora!

    PS: Continue nos abrilhantando com as suas histórias! Aliás, do momento em que o amigo posta… Passam a ser as nossas histórias!

    Abração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *