Foto rara, de 1973: Esporte Clube Comercial – Campo Grande (MS), quando venceu o Santos de Pelé

EM PÉ (Esquerda para a direita): Morais, Bira, Álvaro, Gonçalves, Henrique Pereira e Careca;
AGACHADOS (Esquerda para a direita): Copeu, Búfalo Gil, Adãozinho, Ivo Sodré e Jurandir.

O representante do estado de Mato Grosso do Sul, no Campeonato Brasileiro da 1ª Divisão, foi o Esporte Clube Comercial, de Campo Grande, em 1973. Na noite da quarta-feira, do dia de 12 de Setembro de 1973, está marcada na história do Esporte Clube Comercial.

O Colorado, estreante no Campeonato Brasileiro da 1ª Divisão, bateu o poderoso Santos de Pelé, no Estádio Pedro Pedrossian, o “Morenão“, pelo placar de 1 a 0, gol de Búfalo Gil. Um feito lembrado pelos comercialinos até os dias atuais.

A delegação do Santos Futebol Clube desembarcou na cidade de Campo Grande/MS, às 11h30min., na terça-feira, do dia 11 de setembro de 1973. Dali seguiram para o Hotel Campo Grande, onde ficaram hospedados. Na parte da tarde, o técnico Pepe levou os jogadores para o Estádio Morenão, para reconhecimento do gramado.  

Como foi o Jogo?

Antes da partida, Pelé foi homenageado, onde recebeu o diploma de cidadão honorário de Campo Grande, outorgado pela Câmara Municipal e um ‘Cartão de Prata’ oferecido pela Associação dos Cronistas Esportivos de Mato Grosso.

O Primeiro Tempo, foi movimentado, havendo equilíbrio, entre os dois times, que perderam boas chances de marcar. O Comercial atuou dentro de um esquema bem cauteloso, procurando exercer durante todo tempo, uma rigorosa e implacável marcação sobre o ataque santista, especialmente sobre Pelé.

O Santos atuava com os ponteiros bem abertos (Brecha, pela direita e Edu, pelo lado esquerdo), na tentativa de abrir a retranca armada pelo treinador Nestor Alves, que estreou nesta partida. Outro estreante foi o atacante Adãozinho, que veio do futebol carioca, mais precisamente do Bonsucesso Futebol Clube, com boa atuação.

Gol do Comercial

Numa descida do Comercial, aos 43 minutos, Jurandir finalizou violentamente e Cejas praticou sensacional defesa, desviando para escanteio. Na cobrança, Copeu centrou na área. Búfalo Gil saltou mais do que os defensores santistas e testou firme, acertando o ângulo superior esquerdo do goleiro Cejas, para abrir o placar a favor do Colorado.          

Na etapa final, o panorama não se alterou, com os dois times voltando a perder inúmeras oportunidades de marcar. O técnico Pepe lançou Nenê aos 22 minutos, para mudar a história do jogo, mas o resultado não surtiu efeito desejado.

A melhor chance aconteceu aos 41 minutos, quando o zagueiro santista Vicente cometeu pênalti em cima de Copeu. O atacante Búfalo Gil cobrou, mas o goleiro argentino Cejas, defendeu, evitando o que seria o segundo gol do Comercial.

Os destaques dessa partida, foram o goleiro do Colorado Careca, que fez grandes defesas e o zagueiro Morais, que anulou Pelé

No final, o Comercial terminou na 26ª colocação do Campeonato Brasileiro de 1973. Porém, ficou para a história, no dia que bateu o poderoso Santos do Rei Pelé. Os jogadores ainda estão na memória dos torcedores comercialinos que viveram para assistir aquele acontecimento na era de ouro do clube.

E.C. COMERCIAL (MS)     1          X         0          SANTOS F.C. (SP)

LOCAL

Estádio Pedro Pedrossian, o “Morenão“, em Campo Grande (MS)

CARÁTER

Campeonato Brasileiro da 1ª Divisão de 1973

DATA

4ª-feira, do dia de 12 de Setembro de 1973

HORÁRIO

20h30min. (21h30min., de Brasília)  

RENDA

Cr$ 292.042,00 (novo recorde, na época, em Campo Grande)

PÚBLICO

Não divulgado

ÁBITRO

Arnaldo César Coelho (CBD/RJ)

AUXILIARES

Airton Franco (CBD/MT) e Benedito dos Santos (CBD/MT)

COMERCIAL

Careca; Bira, Morais, Álvaro e Henrique Pereira; Gonçalves (Dias) e Ivo Sodré; Copeu, Adãozinho, Búfalo Gil, e Jurandir (Zé Côco). Técnico: Nestor Alves

SANTOS

 

Agustín Mario Cejas; Hermes, Carlos Alberto Torres, Vicente e Turcão; Clodoado e Léo (Hélio Pires); Mazinho, Brecha (Nenê), Pelé e Edu. Técnico: José Macia, o Pepe

GOL(S)

Búfalo Gil aos 43 minutos (Comercial), do 1º tempo.

FOTOS: Revista Manchete

FONTES: Jornal dos Sports (RJ) – A Tribuna (SP) – O Estado do Mato Grosso (MT)

2 pensou em “Foto rara, de 1973: Esporte Clube Comercial – Campo Grande (MS), quando venceu o Santos de Pelé

  1. Ricardo Passoli

    Corisco estreou no Comercial em 1975, juntamente com Diogo e Jorge Carraro, na vitória sobre o Operário. Se não me engano, com gol, de pênalti, assinalado por Golê. Corisco também jogou na Portuguesa de São Paulo no início dos anos 1980, lá o chamavam de Cleber. Imagino que esse ótimo ponta-esquerda tenha sido muito prejudicado pela antiga “Lei do passe”, pois o Vasco da Gama ficou muito interessado em contratá-lo, em 1978, depois de um amistoso em que ele deu muito trabalho para o lateral Orlando.

  2. Adeonilson B. SOUZA

    Adeonilson, Sou de Várzea Grande/MT, gostaria de ver a foto do lendário jogador CORISCO do Comercial de Campo Grande/MS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.