O Bravo Nacional de Rolândia!!!

[img:NACIONAL_PR.jpg,full,centralizado]

Fundado em 28 de abril de 1947, o Nacional Clube de Rolândia, foi durante alguns anos a principal equipe de futebol da região Norte Novo.
Através de amistosos com grandes equipes do futebol do Rio de Janeiro, São Paulo, atraía público das cidades vizinhas e até do interior paulista e do Mato Grosso do Sul. O Nacional inspirou alguns desportistas de Londrina e formarem o Londrina F.R. em 1956.
A primeira partida amistosa contra uma equipe profissional deu-se em 1948, sendo derrotado pelo Britânia da Capital por 6 x 0.
Faltava experiência aos jogadores do Naça, que mesmo sendo goleados mostraram muita disposição e amor à camisa. Naquela tarde o Nacional teve a seguinte formação:
Tarzan, Bil, Gradim, Brito e Zé Austino, Pinheirinho, Lula e Valdevino, Odair, Joãozinho e Neta.
Em 1948 foi campeão regional vencendo o GERA, de Apucarana por 5 x1, o Nacional conquistou o titulo de campeão regional com a seguinte formação: Gustavo, Bil e Neta, Zé Remédio, Pixo e Pinheirinho, Valdevino, Lula, Aquino, Ary e Walter.

Para chegar ao título, o Nacional venceu o Gera de Apucarana, o temível Mandaguari, o SERA de Arapongas, Lavoura e outras.
Em 1949 o Nacional vence o esquadrão da Esportiva de Jacarezinho. O famoso time da Esportiva tinha como maior atração o goleiro Muca, que mais tarde fez sucesso na Portuguesa de Desportos.
Escalação do Nacional: Zico, Juve e Portela, Joãozinho, Hugo e Albertinho,
Horácio, Pedrinho, Zé Pelota, Zé Ribeiro e Walter.
Atuavam ainda:Naldemar Pesenti, Emory, Guilherme Bocatti, Maneco Lemos,Barrica e Luis Liberatti.

[img:nacional7.jpg,full,centralizado]

1949 VICE-CAMPEAO ESTADUAL. Com a participação de São Paulo, Operário, Atlético, Bancários e União (todos de Londrina), Guarany de Cambé, Esporte Jandaia, Sete de Setembro, de Ibiporã, Sera de Arapongas e Gera de Apucarana, o Nacional mostrou sua força com a seguinte formação: Adalberto,Gradim e Bil, Geraldo, Orlando e Pinheirinho; Baixinho, Lula,Donalson, Olavo e Valter.
Atuaram no campeonato: Aquino, Zico, Brito, Hugo, Juve,Valdevino,Joãozinho e Galdino.
Essa equipe jogava por música sob a regência do competente técnico Waldemar de Barros.

PRIMEIRO CAMPEAO PROFISSIONAL DO NORTE DO PARANÁ

Sob a presidência do advogado Dr. José Luciano de Andrade equipe do Nacional foi profissionalizadaem 1950.A maior conquista do Nacional foi o título de primeiro campeão de futebol profissional do Norte do Paraná. Para começar a mostrar sua força, venceu o torneio início de forma invicta.
As equipes participantes do certame regional foram: Guarany de Cambe, Estrela do Norte,
de Ibiporã, XV de Novembro, Atlético e Vasco de Londrina,Jaguapitã E.C., Gera, de Apucarana,
Bela Vista do Paraíso, Lavourade Arapongas. O Nacional aplicou sonoras goleadas na maioria das equipes, chegando a assinalar 1211 gois, tomando apenas 22. Os artilheiros foram: Donalson, com 37, Carlinhos, 26 e Niquinho com 20. A principal formação esteve assim constituída: Costinha, Bil e Lengruber, Chocolate, Nego e Dum. Niquinho, Ryan, Donalson,Nelinho e Carlinhos. Atuaram ainda Casnock, Walter, Galdino,
Joãozinho, Juve Brun.

1951 A primeira partida interestadual.

Jogando amistosamente contra a equipe do São Cristóvão do Rio de Janeiro, o Nacional venceu por 2 x 1, com a seguinte formação:
Haga, Lengruber e Bil, Tuca, Chocolate e Dum. Pirilo, Niquinho,Casnock, Nelinho e Carlinhos. Nesse mesmo ano de 1951, o Nacional realizou amistosos contra as equipes do Corinthians Paulista, venceu a primeira por 2 x 1 e perdeu a segunda por 5 x 1.
Empatou com o Atlético Mineiro por 2 x 2, e perdeu para a S.E.Palmeiras por 5 x 0. Em 1952 enfrentou em Rolândia os esquadrõesdo Vasco da Gama, Santos F.C., Atlético Mineiro, Portuguesa de Desportos, Portuguesa Santista e São Paulo F.C.

ESTÁDIO MUNICIPAL ERICH GEORG

Homenagem póstuma ao saudoso desportista Erich Georg, que faleceu em um acidente rodoviário quando se encontrava a serviço de seu querido Nacional. Outro dirigente que marcou época:
Carlos Meisen.
Após sua gestão o NAC ficou inativado por longos anos,reiniciando suas atividades com o presidente Cezar de Silvio.
Seguindo-se: Ermelindo B. Duarte, o popular Linha Reta, João Usso,Santo Silva e Sérgio Gagliotti, e outros abnegados do futebol rolandense.
Em 1952 foi inaugurado o sistema de iluminação do Estádio, sob a presidência de Waldemar Georg e Ernesto Franceschini, vice.
O grande evento esportivo atraiu um grande público para presenciar a partida entre o Nacional e o Clube Atlético Paranaense, que havia acabado de conquistar o título estadual. O Nacional não se intimidou com a fama do esquadrão da capital e impôs uma goleada de 4 x 0.

Fonte:Interior Bom de Bola

1 pensou em “O Bravo Nacional de Rolândia!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *